Jovens

Lição 10 - As Lutas dos Hebreus no Tempo da Conquista III

IGREJA CRUZADA CRISTÃ PENTECOSTAL - SANTA MARIA DA VITÓRIA/BA

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

SEGUNDO TRIMESTRE DE 2020

Jovens: : TEMPO DE CONQUISTAS: fé e obediência no livro de Josué

COMENTARISTA: REYNALDO ODILO

COMENTÁRIO: EV.ANDRESON CÔRTE FERREIRA

LIÇÃO Nº 10 - AS LUTAS DOS HEBREUS NO TEMPO DA CONQUISTA

A presente lição tem como Síntese: É Deus quem nos concede a vitória; Ele quem nos livra das mãos dos nossos inimigos.

E como objetivos:

Explicar como foi a conquista dos reinos do Sul de Canaã e quais os milagres contemplados;

Expor como foi a conquista dos reinos do Norte de Canaã e quais as circunstâncias dessa guerra;

E, Conscientizar de que a conquista da Terra Prometida foi um milagre de Deus.

Já sobre o texto do dia pode compreender que:

A maravilhosa intervenção de Deus na história humana para libertar os israelitas do Egito foi a pedra angular da fé no Antigo Testamento (Sl 17.7; 118.16; Êx 15.6). Cada geração de israelitas tinha por obrigação relatar à geração seguinte o que Deus tinha feito por ela. Sua narrativa não consistia simplesmente na história nacional, mas também em uma verdadeira descrição do caráter de Deus (Dt 8).

Tua destra tornou-se um mote de redenção em Israel.

Te agradaste deles. A escolha de Israel como povo de Deus deu-se apenas por Sua graça (Sl 4.3; Rm 11) (RADMACHER; ALLEN; HOUSE, 2013, p. 862).

I – OS REINOS DO SUL (JS 10)

O capítulo 10 permite compreender que contrário a Raabe que entendeu a obra de Deus mediante ao povo de Israel e retornou ao Senhor em arrependimento, assim como os gibeonitas que temeram ao ponto de enganarem a Josué, diferentemente cinco reis cananeus optaram por se unirem e atacarem a cidade de Gibeão (v. 5). Porém, conforme os versículos 10-13 não foi a presença de Josué e seus guerreiros que garantiu a vitória a Gibeão, mas a intervenção divina: O Senhor os conturbou (RADMACHER; ALLEN; HOUSE, 2013, p. 385).

A chave da descrição do milagre encontra nos seguintes versículos:

Então Josué falou ao Senhor, no dia em que o Senhor deu os amorreus nas mãos dos filhos de Israel, e disse na presença dos israelitas: Sol, detém-te em Gibeom, e tu, lua, no vale de Ajalom.

E o sol se deteve, e a lua parou, até que o povo se vingou de seus inimigos. Isto não está escrito no livro de Jasher? O sol, pois, se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro ( Js 10.12,13).

A respeito do livro do Reto entende que ele não faz parte dos livros contidos na Bíblia Sagrada, sendo que nenhuma parte desta obra chegou aos dias hodiernos. Já a respeito da detenção do Sol e da Lua compreende que houve um grande milagre que ocorreu por meio da oração de um homem, pois:

A expressão o Senhor pelejará é o auge deste fato narrado. O autor de Josué maravilha-se (talvez fazendo uma citação do Livro de Jasar), não porque havia acontecido um milagre, mas porque Deus ouvira a voz de um homem e lutou a favor de Israel de forma grandiosa. Esta é a prova cabal de que uma pessoa pode receber a atenção do Senhor nas orações (RADMACHER; ALLEN; HOUSE, 2013, p. 385).

II – OS REINO DO NORTE (Js 11)

O presente tópico apresenta três versículos como chave para compreender a vitória de Israel sobre os inimigos localizados ao norte.

Saíram, pois estes, e todos os seus exércitos com eles, muito povo, em multidão como a areia que está na praia do mar; e muitíssimos cavalos e carros.

Todos estes reis se ajuntaram, e vieram e se acamparam junto às águas de Merom, para pelejarem contra Israel.

E disse o Senhor a Josué: Não temas diante deles; porque amanhã, a esta mesma hora, eu os darei todos feridos diante dos filhos de Israel; os seus cavalos jarretarás, e os seus carros queimarás a fogo (Js 11. 4-6).

Sobre os inimigos de Israel compreende duas coisas essenciais: eram muitos e se uniram por terem como objetivo comum, derrotar a Israel. Porém, o versículo seis é a chave para compreender o milagre divino para com a nação eleita, pois, Deus consola a Josué dizendo não temas e garantiu que outorgaria no dia seguinte a vitória sobre os inimigos.

Portanto, o fato não é a grandeza do inimigo, mas se Deus peleja pelos seus, por isso Paulo escreveu: Se Deus é por nós, quem será contra nós? (Rm 8.31b).

III – CONQUISTANDO O IMPOSSÍVEL

O presente tópico destaca que Moisés foi lembrado, fato que corrobora com a atitude que deverá ser executada pela Igreja, pois nenhum líder que no decorrer de sua vida que tenha contribuído para o crescimento do Reino de Deus na Terra poderá ser esquecido por sua dedicação.

Assim também como ratifica as vitórias de Josué sobre 31 reinos que integravam sete nações que descendiam de Cão, o filho de Noé, logo:

A primeira parte do livro de Josué está agora completa. Os israelitas destruíram seus inimigos com a ajuda de Deus e conquistaram finalmente a Terra Prometida. A partir deste trecho bíblico, a terra é dividida e o povo de Israel é assentado no território, muitos anos após a primeira promessa ser feita aos seus ancestrais (RADMACHER; ALLEN; HOUSE, 2013, p. 389).

Referência:

RADMACHER, Earl D. ALLEN, Ronaldo B. HOUSE, H. Wayne. O Novo comentário Bíblico Velho Testamento. Rio de Janeiro: Editora Central Gospel, 2013.

Fonte: http://andresoncorte.blogspot.com/2020/05/subsidio-para-as-licoes-biblicas-jovens_25.html Acesso em 4 junho de 2020.

Copyright © 2003 - 2020 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.