Reflexões

Os Tim Tones. Podem passar a sacolinha

FRANCISCO JACOB*

UMA REFLEXÃO MOMENTÂNEA

OS TIM TONES. PODEM PASSAR A SACOLINHA

(...) Mas o mercenário, e o que não é pastor, de quem não são as ovelhas, vê vir o lobo, e deixa as ovelhas, e foge; e o lobo as arrebata e dispersa as ovelhas. (João 10:12)

Já falei deste assunto em outras oportunidades que tive, mas os fatos e atitudes são fatos e atitudes recorrentes que se atualizam de forma rápida, costumeira e de maneiras múltiplas de operação, todas com o único intuito, retirar de incautos o pouco que possuem em seus bolsos e que, junto com uma multidão de incautos espoliados e milhares de um pouco em cada bolso, tornam-se uma fortuna incalculável nas mãos de “molestadores da fé”. Então, conclui-se em pouquíssimas palavras que hoje chega até ser dispendioso ser um crente, caso não nos atermos à prática destes tais “molestadores da fé”.

É comum, de tempos em tempos, percebermos que todas as coisas sofrem mudanças radicais, até porque o próprio tempo oferece esta possibilidade para tudo sobre a face da terra, mudar naturalmente ou que possa mudar a cada dia e hora, e nós, seres humanos, por exemplo, nos transformamos de uma maneira tal que, ao passar um período que deixemos de encontrar alguém que nos é querido, quando encontramos esse alguém querido talvez nem mais o reconheçamos em função da ação do tempo e das mudanças sofridas pela ação do tempo e das intempéries da vida. E isto é uma mudança natural de todas as coisas: hoje somos, amanhã não somos mais; hoje temos, amanhã não temos ou não teremos mais; hoje vemos e sabemos, amanhã, quem sabe? Talvez não mais, e assim por diante, né?

Pois bem! Um exemplo vivo desta transformação infinda é na área da informática que de hora em hora, de dia em dia, de semana em semana é uma coisa e, em outro instante, já não é mais a mesma coisa; na indústria automobilística também, por exemplo, este lançamento de 2017 é assim e no mesmo instante do mesmo ano o próximo lançamento lançado em 2017 para o ano de 2018 já não é mais assim, é uma loucura, mudanças em cima de mudanças e assim lá vai, como diz os mineiros lá das Minas Gerais.

Ora, o que não sofre mudanças em todas as coisas é a operacionalidade e a funcionalidade destas coisas que são inventadas ou reinventadas, ou melhor, a intenção de funcionamento de tudo o que é lançado, é que seja considerado uma novidade, é sempre igual a intenção de funcionamento e segue sempre os mesmos princípios do que já se tinham lançado, e também os padrões aperfeiçoam a funcionalidade e operacionalidade de todas as coisas e serviços para se obter mais lucros. No caso da indústria automobilística, é sempre ter um veículo mais rápido e confortável com um preço mais caro, porém, com maior financiamento; na informática, um produto que ofereça mais serviços e comodidade a um preço bem mais caro também e que seja sempre equivalente ou igual ou mais ou menos igual aos antigos para que não se perca, dos novos ou velhos clientes, o interesse, e que seja o novo invento produto colocado de fácil aceitação. Porém, entendo que o problema maior esta aí, na fácil aceitação.

Espero ter sido neste “preâmbulo” de fácil entendimento, explícito, pois vou transportar este assunto para outra realidade que hoje vivemos.

[yt_message_box title="Quer continuar lendo?" type="info" close="no" ]Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.[/yt_message_box]

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - FRANCISCO JACOB FERREIRA

* Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Ministério do Belém - Setor 5 (Osasco/SP) - congregação de Jardim Rochdalle I

Copyright © 2003 - 2020 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.