Primário

Lição 6 - Uma história sobre dez moças

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO NO IPIRANGA - SEDE - SÃO PAULO/SP

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2020

Primários: Conhecendo algumas histórias de Jesus

COMENTARISTA: THIAGO SANTOS

COMENTÁRIO: PROFª. JACIARA DA SILVA

LIÇÃO Nº 6 – UMA HISTÓRIA SOBRE DEZ MOÇAS

Objetivo

Professor (a) ministre sua aula de forma que ao término, seu aluno compreender que Jesus voltará para buscar a Igreja para morar com Ele. Devemos estar vigilantes para irmos quando isso ocorrer.

Memorizando

“Portanto, vigiem, porque vocês não sabem o dia nem a hora!”. (Mt 25.13 – NVI).

Texto Bíblico em estudo: Mt 25.1-13.

Explorando a Bíblia

Nessa parábola, DEZ MOÇAS SE PREPARARAM para esperar o CORTEJO DOS NOIVOS e ir com eles para a festa. Dessas dez moças, cinco eram ajuizadas e cinco não tinham juízo. Elas estavam muito animadas por participarem do casamento e não viam a hora de começar a festa. Como era noite e não havia iluminação nas ruas, cada uma das dez moças levou uma lamparina (mostrar o desenho de uma lamparina).

Só que as moças ajuizadas pensaram: “Se o noivo demorar muito pode ser que acabe o óleo da lamparina e ficaremos no escuro. É melhor levar um pouco mais”. Então elas encheram uma vasilha com óleo, como prevenção.

As moças sem juízo devem ter pensado: “Eu tenho óleo suficiente. Duvido que o noivo demore tanto. Além disso, encher a vasilha é trabalhoso e muito demorado. É melhor ir embora logo”. E não levaram óleo de reserva.

Logo elas estavam no caminho à espera do cortejo. Imagino que elas tenham chegado muito animadas, conversando sem parar sobre como seria a festa. Só que o tempo foi passando, passando e nada do cortejo chegar. Elas esperaram e esperaram. Andar de um lado para o outro, como quem está esperando. Depois de algum tempo começaram a sentir sono e bocejar. Já era tarde da noite e nada dos noivos chegarem. Elas começaram a se encostar umas nas outras e nas paredes e muros à sua volta e, depois de algum tempo, todas adormeceram.

Mas sabem crianças, à meia-noite ouviu-se um grito (falar bem alto): “Aí vem o noivo, saí ao seu encontro!” As dez moças acordaram de uma vez e levantaram-se. Já dava até para ver o cortejo se aproximando. Elas começaram a arrumar suas lamparinas rapidamente. As moças ajuizadas pegaram o óleo das suas vasilhas e colocaram-no dentro das lamparinas, com pressa para irem logo. As moças sem juízo perceberam que suas lamparinas estavam se apagando e ficaram muito nervosas porque não tinham azeite de reserva. Elas então pediram para as moças ajuizadas darem do azeite delas. Mas todo o azeite de reserva já fora usado. Não havia sobrado nada para dar para as outras.

As moças ajuizadas ainda aconselharam as sem juízo a irem comprar azeite e depois voltarem para encontrar o noivo. As moças tolas foram correndo tentar achar um lugar, àquela hora da noite, onde pudessem comprar azeite. Enquanto elas saíram, os noivos e seu cortejo chegaram e as moças prevenidas foram com eles para a festa. Mais tarde, quando todos já estavam dentro da casa, festejando, as outras cinco chegaram. Elas começaram a bater palmas e gritar: “Por favor, abram a porta! Queremos participar da festa também”.

O noivo estranhou que algum convidado chegasse àquela hora para a festa pois ele dera tempo suficiente para que todos viessem. Chegar tão tarde era um desrespeito e o noivo achou que, com certeza aquelas moças não eram suas amigas, mas pessoas desconhecidas, querendo aproveitar-se da festa. E estava tão escuro que ele não podia enxergá-las. Ele então lhes disse: “Não conheço vocês”. E fechou a porta.

As tristes moças sem juízo ficaram para fora da festa, na escuridão da rua. Esse foi o resultado de serem tão descuidadas. Algumas pessoas são tão descuidadas quanto aquelas moças sem juízo. Nessa história Jesus deixou claro que, quem não se preparar agora, não poderá participar da festa no Céu, quando Ele voltar.

Aplicação da lição

Enfatizar aos pequenos que na lamparina podemos entender alguma coisa sobre nossa vida. A lamparina, que produz a luz através da chama, é a Palavra de Deus, a Bíblia.

Está escrito que “lâmpada para meus pés é a Tua Palavra e luz para meus caminhos”. Mas a luz da lamparina apaga-se rapidamente se não houver óleo dentro. O óleo representa o Espírito Santo de Deus. As pessoas que estão esperando Jesus voltar são como aquelas dez moças. Vejam que todas as moças têm lamparinas. Assim, todos os que esperam Jesus têm a Bíblia, que é a lamparina, e conhecem seus ensinos.

Cinco moças foram prevenidas, cinco não. Algumas pessoas que esperam Jesus estão preparando o coração para o encontro com Jesus, outras não. Como isso acontece? Como o óleo da parábola deve ser guardado na vasilha, de reserva, o Espírito Santo deve ser “armazenado” também. Isso pode acontecer de várias maneiras. Sabem aquela voz que nos repreende toda vez que fazemos algo errado? É o Espírito Santo tentando nos ajudar a vencer o pecado. Quando estudamos a Bíblia e entendemos suas palavras é porque o Espírito Santo nos ajudou. Quando oramos a Deus pedindo perdão e ajuda para obedecer, o Espírito Santo vem nos consolar e fortalecer. As crianças e adultos que atendem aos conselhos dEle, conseguem entender melhor a vontade de Deus e vão enchendo suas lâmpadas.

Oficina criativa

Imprimir o desenho abaixo para os pequenos fazer a atividade

copie o link e cole no navegador

http://4.bp.blogspot.com/-CmyTjsRaRRw/TcgQnXmkj3I/AAAAAAAAEkI/iX7R2Gqf484/s1600/virgens.jpg

Fontes consultadas:

Bíblia Almeida Revista e Corrigida - SBB

Bíblia NTLH – SBB

Bíblia Shedd – Editora Mundo Cristão – 2ª Edição

Bíblia Ilustrada Infantil – Editora Geográfica – Redatora Elvira Moraes Lustosa – São Paulo /SP, 2000

Colaboração para Portal Escola Dominical – Profª. Jaciara da Silva.

Copyright © 2003 - 2020 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.