Pré-Adolescente

Lição 4 - Enfrentando a pressão II

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO NO IPIRANGA - SEDE - SÃO PAULO/SP

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2019

Pré-Adolescentes: Jesus, o Salvador

COMENTARISTA: ALINE BALBINO

COMENTARISTA: PROF. JAIR CÉSAR SILVA OLIVEIRA

LIÇÃO Nº 4 – ENFRENTANDO A PRESSÃO

Objetivos: Em um mundo de grandes pressões devemos ter a nossa própria opinião, tomando cuidado coma opinião dos outros, escolhendo bem os amigos.

Texto bíblico 1 Reis 12.1-24

Introdução

A adolescência pode ser um período muito agitado da vida, mesmo sob as circunstâncias mais favoráveis. Na puberdade, os jovens são tomados por novos sentimentos e sensações. Sofrem pressões diárias dos professores e colegas. A televisão, os filmes, a indústria fonográfica e a internet exercem uma influência implacável sobre eles. Um relatório da ONU descreve a adolescência como “um período de transição normalmente caracterizado pelo estresse e ansiedade”.

Infelizmente, os jovens quase sempre não têm experiência para lidar com o estresse e a ansiedade de maneira positiva. (Provérbios 1:4) Sem a devida orientação, eles podem facilmente adotar formas de comportamento destrutivo. Por exemplo, o relatório da ONU diz: “Pesquisas mostram que o uso de drogas começa quase sempre na adolescência ou no início da vida adulta.” Pode-se dizer o mesmo de outras formas de mau comportamento, como violência e relações sexuais promíscuas.

Os pais que presumem que essas coisas acontecem apenas com “os pobres” ou determinadas etnias muitas vezes estão totalmente enganados. Os problemas que os jovens enfrentam hoje transpõem barreiras econômicas, sociais e raciais. “Se você acha que ‘delinqüente juvenil’ é aquele rapaz de 17 anos que pertence a um grupo minoritário dum bairro pobre e cuja mãe é de baixa classe social que recebe ajuda financeira do governo, com certeza você não está a par das últimas tendências sociais”, diz o escritor Scott Walter. “Hoje em dia, o jovem problemático pode ser branco, viver numa casa de classe média ou média-alta, ter menos (bem menos) de 16 anos e, não raro, ser do sexo feminino.”

Por que tantos jovens correm perigo? Será que os de gerações passadas não tinham também desafios e tentações? Sim, tinham. Mas vivemos numa época que a Bíblia descreve como “tempos críticos, difíceis de manejar”. (2 Timóteo 3:1-5) Os jovens passam por situações e sofrem pressões que são únicas neste tempo em que vivemos.

Fonte: http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/102005242

I-Tendo opinião própria

O que é Opinião:

Opinião é um substantivo feminino que significa a manifestação de uma forma de ver, representando o estado de espírito e a atitude de um indivíduo ou de um grupo em relação a um determinado parâmetro ou realidade.

A opinião de uma pessoa é aquilo que ela acredita ser verdadeiro. As opiniões manifestam o caráter de uma pessoa, porque são moldadas pelo sistema de valores que regem as atitudes do indivíduo. As opiniões também dependem das aspirações pessoais e do nível de maturidade psicológica de cada pessoa.

Muitas vezes as opiniões são divergentes, ou seja, pessoas não têm a mesma opinião sobre o mesmo assunto. Isto porque a opinião é um juízo subjetivo, que tem como fundamento o conhecimento vago da realidade, e muitas vezes não está baseada em fatos concretos e nem mesmo no bom senso. Uma opinião pode ser discriminatória e ofensiva para muitas outras pessoas.

Fonte: http://www.significados.com.br/opiniao

A OPINIÃO CRISTÃ

O pluralismo e a secularização são as marcas da sociedade deste inicio do século XXI. Este fenômeno social se caracteriza pelo conceito de que não existe uma só verdade, mas muitas, todas igualmente válidas e cada pessoa escolhe a que achar melhor.

Mas Jesus disse: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida", ou seja, não há outro caminho, verdade ou vida fora dele.

Significa também que a vontade de Deus explicitada na Bíblia tem correspondência fundamental com o que se observa na natureza. Deus escreveu sua vontade não só nas tábuas de pedra, mas também nas tábuas do coração humano.

Desta forma, a vontade de Deus não é estranha ao homem. Traz antes de tudo, estímulo, aprimoramento, humanização, equilíbrio, transcendência e imanência.

Portanto, nossa proposta é procurar aplicar a revelação bíblica às prementes questões do dia-a-dia. Como resultado, esperamos dar aos nossos leitores mensagens práticas que ajudem formar o pensamento cristão.

Somente a mente cristã pode dar direção segura diante das incertezas e complexidades da vida.

Quer continuar lendo? Para continuar lendo este artigo baixe os anexos nos links abaixo.Bons estudos.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - PROF.ª JACIARA DA SILVA

Copyright © 2003 - 2019 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.