Juvenis

Lição 3 - Moisés, o líder da lei III

ASSEMBLEIA DE DEUS - IADALPE - ITAPISSUMA II/ITAPISSUMA-PE

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

SEGUNDO TRIMESTRE DE 2019

Juvenis: Eu, um líder

COMENTARISTA: THIAGO BRAZIL

COMENTÁRIO: DC. AILDO FERREIRA

LIÇÃO Nº 3 – MOISÉS, O LÍDER DA LEI

INTRODUÇÃO

Um líder cristão não é feito da noite para o dia. É preciso que sua liderança seja amadurecida pelo tempo. Na lição de hoje, veremos que Moisés foi preparado lentamente pelo Senhor ao longo dos anos até que se tornasse o libertador do seu povo. O povo estava em vias de entrar na terra que lhe fora prometida há muito tempo. Antes que os hebreus cruzassem o Jordão e iniciassem a luta santa da conquista, eles precisavam estar cientes das implicações desse ato e do que se fazia necessário não só para entrar na terra, mas para lá permanecer e receber as bênçãos duradouras.

De acordo com as práticas do antigo Oriente Médio acerca de tratados internacionais, Moisés cuidou da futura leitura da Lei e das instruções contidas nela. Suas tábuas foram guardadas na arca do concerto, a qual foi chamada assim porque era o lugar apropriado para abrigar as leis concernentes à aliança do Senhor com Seu povo. De forma específica, os sacerdotes receberam a responsabilidade de ler a Lei e instruir as pessoas (Ne 8.1-6; Ml 2.4-9). Todos deveriam ouvir a Palavra de Deus — homens, e mulheres, e meninos, e os estrangeiros.

I . MOISÉS UM MODELO DE LIDERANÇA (Subsídios Complementares)

1. Deus chama o seu escolhido. Quando o Senhor escolheu e chamou Moisés para libertar seu povo, ele estava pastoreando ovelhas — um excelente aprendizado para quem mais tarde iria ser o pastor do povo de Deus, Israel (Sl 77.20). É Deus que chama e separa aqueles que vão dirigir seu rebanho, e Ele continua vocacionando e capacitando para o santo ministério. O Senhor chama, mas cabe ao homem cuidar do seu preparo para ser útil a Deus.

O que muito nos edifica no versículo seis é Deus identificar-se não somente como “o Deus de Abraão e o Deus de Isaque”, mas igualmente como “o Deus de Jacó”. Ele é, portanto, o Deus de toda graça, compaixão e paciência, uma vez que Jacó teve sérios incidentes negativos na sua vida em geral (1Pe 5.10; Jo 1.14,16).

[yt_message_box title="Quer continuar lendo?" type="info" close="no" ]Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.[/yt_message_box]

Fonte: http://valorizeaebd.blogspot.com/2016/04/licao-3-moises-o-lider-da-lei-subsidio.html Acesso em 13 abr. 2019

Copyright © 2003 - 2019 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.