2º Ciclo

Lição 1 - Discipulando - 2. Ciclo - O que é crer?

ASSEMBLEIA DE DEUS - TEMPLO CENTRAL - NATAL-RN

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

Discipulando - 2º Ciclo - Conhecendo as doutrinas bíblicas

COMENTARISTA: MARCELO OLIVEIRA DE OLIVEIRA

COMENTARISTA: SULAMITA MACEDO

LIÇÃO Nº 1 – O QUE É CRER?

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

- Cumprimentem os alunos.

- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

- Perguntem como passaram a semana.

- Escutem atentamente o que eles falam.

- Observem se há alguém necessitando de uma conversa e/ou oração.

- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.

3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).

Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

6 – Agora, trabalhem o conteúdo da lição. Vejam as sugestões abaixo:

- Apresentem o título da lição: O que é crer.

- Utilizem a dinâmica “Eu creio...”, para introduzir o estudo do tema.

- Em seguida, trabalhem o conteúdo da lição. Lembrem-se de que vocês devem oportunizar a participação do aluno, envolvendo-o através de exemplos e situações próprias de sua idade. Dessa forma, vocês estão contextualizando o tema com a vida do aluno, além de promover uma aprendizagem mais significativa.

Tenham uma excelente e produtiva aula

 

 

Dinâmica: Eu creio...

Objetivos:

Refletir sobre o que os alunos acreditam.

Enfatizar que os cristãos creem na Palavra de Deus.

 

 

Material:

02 folhas de papel madeira

02 pincéis atômicos

Procedimento:

- Dividam a turma em 02 grupos.

- Para cada grupo o grupo 01 entreguem a pergunta 01. Para o grupo 02, entreguem a pergunta 02.

Pergunta 01: Em que vocês acreditam?

Pergunta 02: Por que acreditam?

- Estipulem o tempo de 05 minutos para os grupos responderem cada pergunta.

- Depois, deste tempo as perguntas devem ser trocadas, isto é, o grupo 01 recebe a pergunta com as respostas do grupo 02, o grupo 02 recebe a pergunta do grupo 01 com as respostas.

- Agora, orientem para que eles leiam e complementem as respostas, acrescentando outras ideias. Para isto, eles terão mais 05 minutos.

- Quando o tempo acabar, os cartazes com as perguntas e respostas deverão ser apresentados para toda a turma.

- Observem as respostas atentamente e falem que o novo convertido passa a crer nos ensinamentos da Palavra de Deus.

- Para concluir, entreguem para cada aluno o credo da Assembleia de Deus. Argumentem que vários pontos deste credo serão estudados nas lições do trimestre:

“Cremos,

1) Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19 e Mc 12.29);

2) Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2Tm 3.14-17);

3) Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9);

4) Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurar a Deus (Rm 3.23 e At 3.19);

5) Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo 3.3-8);

6) No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor. (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25; 5.9);

7) No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12);

8) Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15);

9) No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7);

10) Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme sua soberana vontade (1Co 12.1-12);

11) Na Segunda Vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira — invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; segunda — visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1Ts 4.16, 17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14);

12) Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber a recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10);

13) No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15);

14) E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis (Mt 25.46)”.

Fonte do credo: Mensageiro da Paz

Fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/2015/03/discipulando-2.html Acesso em 27 mar. 2017.

Por Sulamita Macedo.

Copyright © 2003 - 2020 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.