Adultos

Lição 10 - O ministério de mestre ou doutor III

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SETOR 31 (ERMELINO MATARAZZO,SÃO PAULO/SP)

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

SEGUNDO TRIMESTRE DE 2021

Adultos - DONS ESPIRITUAIS E MINISTERIAIS: servindo a Deus e aos homens com poder extraordinário

COMENTARISTA: ELINALDO RENOVATO DE LIMA

COMENTÁRIO: EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

LIÇÃO 10 - O MINISTÉRIO DE MESTRE OU DOUTOR

Texto: Mateus 7.28,29; Atos 13.1; Romanos 12.6,7; Tiago 3.1

Introdução: Os vocacionados por Deus para o ministério do ensino são por Ele chamados para edificar a Igreja de Cristo.

I. JESUS, O MESTRE POR EXCELÊNCIA

1. Jesus, o mestre da Galileia

1.1. Jesus, o Doutor incomparável (Mt 4.23)

1.2. Jesus ensinava como quem tinha autoridade (Mt 7.28,29)

. Seu ensino transtornava a consciência do acomodado

. Seu ensino aquietava o coração do perturbado. O verdadeiro ensino ‘encanta’ (Mt 13.54)

2. Jesus, o mestre divino

2.1. O mestre Nicodemos reconheceu que Jesus era um mestre divino (Jo 3.1,2)

2.2. Jesus é chamado ‘Mestre’ cerca de 45 vezes ao longo do Novo Testamento

3. Jesus, o mestre da humildade

3.1. O ensino sobre a humildade (Jo 13.4,5)

. Era inimaginável um mestre lavar os pés de pessoas leigas

. Com isso, ensinou os seus discípulos a fazerem o mesmo (Jo 13.13-15)

3.2. Seu ensino era ‘espírito e vida’ (Jo 6.63)

3.3. Jesus mesmo disse que era humilde de coração (Mt 11.29)

II. O ENSINO DAS ESCRITURAS NA IGREJA DO PRIMEIRO SÉCULO

1. Uma ordem do mestre Jesus

1.1. Os seus discípulos deviam ensinar ‘todas as nações’ (Mt 28.19,20)

1.2. Obedecendo a ordem do Mestre divino

. Pedro ensinou com poder no dia de Pentecostes (At 2.14-40)

. Deus preparou alguns para serem ‘mestres e doutores’ (At 13.1,2; Ef 4.11)

2. A doutrina dos apóstolos na capacitação de novos cristãos

2.1. Era uma doutrina que todos seguiam (At 2.42,43)

2.2. Essa doutrina ajudava no crescimento integral dos novos crentes, os quais perseveram unânimes no templo (At 2.46)

3. Ensinamento persistente segundo a medida da fé (Rm 12.6)

3.1. O ensino era realizado no templo ou nas casas, persistentemente (At 5.42)

3.2. Publicamente ensinavam a Palavra (At 20.20,21)

3.3. Havia dedicação ao ensino da Palavra (Rm 12.7)

III. A IMPORTÂNCIA DO DOM MINISTERIAL DE MESTRE

1. Uma necessidade urgente da igreja (a igreja precisa de mestres)

1.1. Deve haver pessoas vocacionadas (1Co 12.28-29)

1.2. É necessário que a Igreja invista nas pessoas vocacionadas

. Pessoas que tenham certeza da sua chamada (1Tm 2.7; 2Tm 1.11)

1.3. Este dom desmascara os falsos mestres (2Pe 2.1; Ef 4.14; Os 4.6)

2. A responsabilidade de um discipulado contínuo

2.1. É um aprendizado contínuo tanto para quem é discipulado quanto para quem está discipulando. É necessário ‘Persistir’ (1Tm 4.13)

. Primeiro é ‘instruído’ depois ‘ensina’ (At 18.25)

3. Requisitos necessários ao mestre vocacionado

3.1. Um salvo em Cristo (2Tm 2.10-13)

3.2. O hábito de ler (1Tm 4.13; 2Tm 4.13)

3.3. Preparo intelectual (Dt 32.2)

3.4. Um coração em chamas, que está apaixonado por Jesus (At 3.12-26)

Conclusão: A igreja precisa de mestres ou doutores na Palavra com a mente iluminada para responder a razão da nossa esperança (1Pe 3.15)

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

Copyright © 2003 - 2021 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.