Adultos

LIção 5 - Dons de elocução III

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SETOR 31 (ERMELINO MATARAZZO,SÃO PAULO/SP)

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

SEGUNDO TRIMESTRE DE 2021

Adultos - DONS ESPIRITUAIS E MINISTERIAIS: servindo a Deus e aos homens com poder extraordinário

COMENTARISTA: ELINALDO RENOVATO DE LIMA

COMENTÁRIO: EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

LIÇÃO Nº 5 – DONS DE ELOCUÇÃO

Texto: 1Coríntios 12.7,10-12; 14.26-32

Introdução: Os dons de profecia, de variedades de línguas e de interpretação das línguas são para edificar, exortar e consolar a Igreja de Cristo.

I. O DOM DE PROFECIA (1Co 12.10)

1. O que é o dom de profecia

1.1. São mensagens espontâneas inspiradas pelo Espírito Santo, segundo a medida da fé (Rm 12.6)

1.2. Tem uma língua conhecida para quem fala e quem ouve (1Co 14.3)

1.3. Tem como objetivo edificar, exortar ou consolar a pessoa destinatária. (At 21.10-11)

1.4. Profetizar não é desejar uma bênção para uma pessoa

2. Exageros no uso do dom de profecia

2.1. Por falta de ensino aparecem vária aberrações nas igrejas concernente ao dom de profecia (Mt 24.11)

. Muitos membros das igrejas sofrem com este tipo de distorção (Mt 24.24)

2.2. Não devemos desprezar ou sufocar as profecias nas igrejas (1Ts 5.20)

2.3. Toda profecia espontânea deve ser julgada (1Co 14.29-33)

3. A relevância do dom de profecia

3.1. Paulo exortou os crentes a buscarem o dom de profecia (1Co 14.1)

3.2. Deve ser observado pela ordem no culto (1Co 14.40)

3.3. Deve-se julgar a profecia quanto ao seu conteúdo e origem (1Co 14.29)

3.4. A profecia possui três fontes distintas (Mt 7.15)

. Deus

. O Homem

. O Diabo

4. Propósitos da profecia

4.1. A edificação do crente (1Co 14.12)

4.2. Há líderes que deixam que os profetas guiem suas igrejas

4.3. Há líderes que não tomam decisões sem antes consultar um profeta

. Não devemos ouvir tais falsários (Jr 23.9-22)

II. VARIEDADE DE LÍNGUAS (1Co 12.10)

1. O que é o dom de variedades de línguas?

1.1. É a habilidade de falar uma língua que o próprio falante não entende (1Co 14.2)

1.2. Os objetivos da variedade de línguas são:

. Louvor

. Oração

. Transmissão de uma mensagem divina (1Co 14.5)

2. Qual é a finalidade do dom de variedades de línguas

2.1. Edificação da vida espiritual do crente (1Co 14.4)

2.2. As línguas não são para a Igreja. É para renovação do que fala (1Co 14.2)

3. Atualidade do dom

3.1. Não é um fenômeno exclusivo do tempo dos apóstolos (At 1.4,5; 2.1-4)

3.2. É tão útil à vida pessoal do crente em nossos dias quanto o foi nos dias da igreja primitiva

III. INTERPRETAÇÃO DE LÍNGUAS (1Co 12.10)

1. Definição do dom

1.1. É a habilidade de interpretar, no próprio vernáculo, aquilo que foi pronunciado em línguas

1.2. É necessário tirar toda confusão na hora do culto com referência aos dons (1Co 14.27,28)

2. Há diferença entre o dom de interpretação e o de profecia?

2.1. Embora haja semelhança, são dons distintos:

. O dom de interpretação é necessário de outra pessoa para interpretar

Conclusão: Não desprezemos os dons que o Espírito Santo entrega à igreja, mas devemos usá-los com sabedoria (1Co 14.39,40)

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

Copyright © 2003 - 2021 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.