Adultos

Lição 13 - Voltados os olhos para a bendita esperança III

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SETOR 31 (ERMELINO MATARAZZO,SÃO PAULO/SP)

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2021

Adultos - O VERDADEIRO PENTECOSTALISMO: a atualidade da doutrina bíblica sobre a atuação do Espírito Santo

COMENTARISTA: ESEQUIAS SOARES DA SILVA

COMENTÁRIO: EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

LIÇÃO Nº 13 – VOLTADOS OS OLHOS PARA A BENDITA ESPERANÇA

Texto: Atos 1.6-11

Introdução: A nossa esperança é algo vívido e real, não se baseia em utopia e nem em imaginação humana, mas em fatos revelados na Palavra de Deus e confirmados pela História.

I – BREVE O SENHOR VIRÁ

1. A vinda de Cristo.

1.1. A segunda vinda de Cristo é uma verdade ensinada na Bíblia inteira (At 1.11)

1.2. Inclui-se na expressão ‘segunda vinda’:

a. ‘o arrebatamento da Igreja’ (1Ts 4.15)

b. ‘a vinda de Jesus em glória (2Ts 2.8)

2. Uma promessa de Jesus.

2.1. Ele prometeu voltar para nos buscar e nos levar para o céu (Jo 14.1-3)

2.2. O dia e a hora ninguém sabe (Mt 24.36; Mc 13.32)

3. O dia se aproxima.

3.1. Sabemos que a vinda de Jesus está próxima pelos sinais claros que o Senhor Jesus nos deixou

a. A efusão do Espírito ((Jl 2.28-32; At 2.16-21)

b. A fundação do Estado de Israel desde 1948 (Lc 21.29-31)

II – A NECESSIDADE DE VIGILÂNCIA

1. Exortação à vigilância.

1.1. O Senhor Jesus nos exorta com muita ênfase sobre a necessidade da vigilância

a. Devemos vigiar, pois não sabemos a hora que Jesus virá (Mt 24.44)

b. Devemos vigiar orando (Lc 21.36)

1.2. A vigilância era a preocupação nos ensinos dos apóstolos (1 Ts 5.2-6; 2 Pe 3.8-10)

2. Os alarmes falsos.

2.1. Muitos líderes erraram ao marcar datas para a vinda de Cristo

2.2. É um erro tentar adivinhar os tempos e as estações (At 1.7)

2.3. Somente Deus sabe o dia e hora (Mt 24.36; Mc 13.32)

2.4. Essa maravilhosa doutrina tem como objetivo trazer esperança aos crentes; não a incredulidade, a falsa expectativa e os alarmes falsos.

III – VIVENDO COM FIDELIDADE

1. Definição.

1.1. ‘Fidelidade’: é a qualidade de ser cheio de fé, característica do que é fiel, lealdade

1.2. ‘Fidelidade’: é uma demonstração de fé, lealdade, respeito, constância nos compromissos assumidos.

1.3. Os termos “fidelidade, verdade, lealdade” pertencem ao mesmo campo semântico na Bíblia (Jr 42.5; Tt 2.10)

2. A fidelidade de Deus.

2.1. Deus é fiel (1 Co 1.9; 2 Ts 3.3; 2 Tm 2.13)

2.2. A fidelidade de Deus é grande (Lm 3.23)

2.3. A fidelidade de Deus é firme (Sl 36.5; 89.2)

2.4. Assim como Deus cumpriu a promessa da vinda do Salvador do mundo, de igual modo, a segunda vinda de Cristo podemos considerar como um fato incontestável

3. A fidelidade como virtude cristã.

3.1. A fidelidade é uma das virtudes cristãs proveniente do Espírito na vida do crente (Gl 5.22)

3.2. A fidelidade é ensinada em toda a Bíblia

a. Através das parábolas (Mt 25.21)

b. Através do ensino apostólico (1Co 4.2; 2Tm 2.19) etc.

4. Tempos e estações

4.1. Não nos pertence saber os tempos e as estações (At 1.7)

a. “Tempos”, no grego nessa passagem, é chronos e significa um longo período

b. “Estações”, nesse verso, é kairós, que significa “ocasião” e se refere aos eventos críticos que devem acompanhar o estabelecimento do reino

Conclusão: Viver com fidelidade é ser fiel e leal a Deus durante toda a vida (2 Tm 4.7,8). A fidelidade ao Senhor Jesus é uma das condições para herdar o Reino dos Céus

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

Copyright © 2003 - 2021 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.