Adultos

Lição 1 - Carta aos efésios - saudação aos destinatários II

ASSEMBLEIA DE DEUS - AMERICANA/SP

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

SEGUNDO TRIMESTRE DE 2020

Adultos - A IGREJA ELEITA: redimida pelo sangue de Cristo e selada com o Espírito Santo da promessa

COMENTARISTA: DOUGLAS ROBERTO DE ALMEIDA BAPTISTA

COMPLEMENTOS, ILUSTRAÇÕES E VÍDEOS: PR. LUIZ HENRIQUE DE ALMEIDA SILVA

LIÇÃO Nº 1 – CARTA AOS EFÉSIOS - SAUDAÇÃO AOS DESTINATÁRIOS

...

ÉFESO EPÍSTOLA - Dicionário Bíblico Wycliffe

Décimo livro do NT, classificado juntamente com Filipenses, Colossenses e Filemom como uma das epístolas da prisão, escrita por Paulo.

Autoria

Até a época da alta crítica no século XIX, a Carta aos Efésios era universalmente considerada como obra de Paulo. Atualmente, ela está entre as quatro epístolas que os liberais geralmente negam como sendo uma obra de autoria paulina (as outras são 1 e 2 Timóteo e Tito). Durante os três primeiros séculos, ela foi atribuída a Paulo por Márcion, Irineu, Clemente de Alexandria e Tertuliano. Entretanto, a recente negação da autoria de Paulo tem baseado-se em evidências internas mais do que externas. Geralmente, quatro argumentos são apresentados como suporte à posição dos críticos. (1) Dizem que o vocabulário da carta contém 38 palavras que não são encontradas em nenhuma outra passagem do NT, e 44 palavras que não foram usadas por Paulo. Esse argumento deixa de reconhecer a versatilidade de Paulo e a influência do assunto no vocabulário. (2) Seu estilo, foi observado, é suave e muito fluente, enquanto Paulo era um escritor de estilo vigoroso, ríspido e controvertido. Novamente, tais críticas não deixam espaço para a versatilidade do apóstolo. Não há dúvida de que a carta aos Efésios representa um exemplo do estilo de Paulo quando não estava envolvido em controvérsias, mas em um tipo mais reflexivo de escrita. (3) Sua semelhança com Colossenses foi usada para se argumentar que um posterior admirador de Paulo tenha usado essa obra como modelo, ao compor outra carta em nome de Paulo. Entretanto, seria muito mais natural entender que o próprio Paulo escreveu Efésios um pouco depois de Colossenses, usando, com várias modificações, alguns dos termos e conceitos empregados na carta à igreja que estava em Colossos. (4) Diferenças doutrinárias são interpretadas como indicadores de uma autoria não paulina. No entanto, uma análise cuidadosa revela que as diferenças sugeridas não são, de modo algum, inconsistentes com os ensinos de Paulo encontrados em outras passagens. Deve-se, novamente, dar lugar à versatilidade de Paulo. Com base no testemunho unânime dos escritores da igreja primitiva, e à luz da natureza pouco convincente dos argumentos dos críticos, podemos com toda certeza afirmar que Efésios é produto da pena de Paulo.

Quer continuar lendo? Para continuar lendo este artigo baixe os anexos nos links abaixo.Bons estudos.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - PR. LUIZ HENRIQUE DE ALMEIDA SILVA

Copyright © 2003 - 2020 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.