Adultos

Lição 12 - Jesus, o homem perfeito III

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SETOR 31 (ERMELINO MATARAZZO,SÃO PAULO/SP)

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2019

Adultos - A RAÇA HUMANA: Origem, queda e redenção

COMENTARISTA: CLAUDIONOR CORRÊA DE ANDRADE

COMENTÁRIO: EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

LIÇÃO Nº 12 – JESUS - O HOMEM PERFEITO

Texto:Lucas 2:40-52

Introdução: Verdadeiro Homem e Verdadeiro Deus, o Senhor Jesus Cristo é igual ao Pai e semelhante a nós: sua divindade e humanidade não são aparentes; são reais, perfeitas e plenas.

I. JESUS, VERDADEIRO DEUS

1. Sua eternidade com o Pai.

1.1. Jesus, não somente é eterno, como também é o Pai da própria eternidade (Is 9.6)

. Antes da sua encarnação estava com o Pai (Jo 1.3)

. As atividades eternas de Jesus (Pv 8)

2. Seus atributos, grandezas e perfeições.

2.1. Jesus é a fonte da vida (Jo 1.4)

. Tem a vida em Si (Jo 5.16; Hb 7.16)

2.2. Jesus é imutável (Hb 13.8)

2.3. Jesus é Onipresente (Mt 28.20; Ef 1.22,23)

2.4. Jesus é Onisciente (Mt 9.4,5; Jo 2.24,25; At 1.24,25; Cl 2.3).

2.5. Jesus é Onipotente (Mt 28.18; Ap 1.8).

3. Esvaziou-se de sua glória, mas não de sua divindade.

3.1. Jesus, ao encarnar, se esvaziou da sua glória (Fp 2.5-11)

. Jesus, em seu ministério terreno, fazia uso de seus atributos divinos sempre que necessário.

3.2. Seus discípulos sabiam que Ele era e é Deus (Mt 14.33; Jo 1.49; 20.28).

II. JESUS, VERDADEIRO HOMEM

1. Jesus estava no seio do Pai.

1.1. Antes de sua encarnação, o Senhor Jesus achava-se no seio do Pai (Jo 1.18).

1.2. Mesmo na eternidade, Jesus sempre esteve ativo

. Participou da criação do mundo (Jo 1.3)

. Tudo veio a existir por intermédio dEle (Jo 1.1-3).

2. Profetizado no Antigo Testamento.

2.1. No Gênesis, Jesus é a semente da mulher (Gn 3.15)

2.2. Em Malaquias, Jesus é o Sol da Justiça (Ml 4.2).

2.3. Jesus é o tema das duas principais alianças da História Sagrada (Mt 1.1)

. Aliança com Abraão (Gn 12.1-3)

. Aliança com Davi (2Sm 7.16)

3. Encarnado no Novo Testamento.

3.1. O Filho de Deus tornou-se, de fato, carne (Jo 1.14).

3.2. Embora concebido sobrenaturalmente, o seu nascimento foi tão natural quanto o nosso (Lc 2.1-7).

3.3. Sentiu nossas dores e incômodos; teve fome e sede (Mt 4.2; Jo 19.28).

3.4. No jardim da agonia, experimentou profunda tristeza (Mt 26.38).

3.5. À nossa semelhança, a humanidade de Jesus era completa; ele tinha corpo, alma e espírito (Mt 27.58; Mc 14.34; Mt 27.50).

3.6. A humanidade de Jesus era perfeita; em nada diferia da nossa, exceto quanto ao pecado; Ele não estava sujeito quer ao pecado.

4. Jesus nasceu na plenitude dos tempos.

4.1. Jesus nasceu na plenitude dos tempos (Gl 4.4,5)

4.2. Havias três significativos povos e culturas, a fim de preparar o mundo para recepcionar Jesus

. Israel, através das sinagogas espalhadas por todas as nações (At 13.5; 18.4; 19.8);

. Grécia, por intermédio de seu idioma e filosofia (At 11.20; At 21.37; Rm 2.14-16);

. Roma, por meio de suas leis, governo e estradas de excelente qualidade (At 25.10-12; 16.1-10).

5. Em Israel, Jesus é apresentado ao mundo.

5.1. Jesus iniciou o seu ministério aos 30 anos de idade (Lc 3.23).

III. JESUS, O HOMEM PERFEITO

1. A humanidade de Jesus.

1.1. Em momento algum Ele usou a sua divindade para suprir suas carências humanas

. Não transformou pedras em pães nem fez brotar água da rocha, para aliviar a sua fome e sede (Mt 4.4; Jo 4.7-10).

. Todo milagre que Ele realizou foi em favor dos que o procuravam (Mc 1.34; Lc 7.21).

1.2. Jesus era um homem de dores e experimentado nos sofrimentos humanos; nosso perfeito sumo sacerdote (Is 53.3; Hb 7.26).

2. Jesus, o Último Adão.

2.1. O primeiro Adão fracassou no Éden; o Último Adão triunfou no deserto e no Calvário (Gn 3.6,23,24; Mt 4.1-11; 28.6,7).

2.2. Jesus venceu todas as tentações por nós, para que, nEle, fôssemos vivificados (1Co 15.45).

2.3. Apenas em Jesus somos plenamente redimidos (Hb 12.2)

3. A perfeição espiritual e moral de Jesus.

3.1. Jesus era perfeito, espiritual e moralmente (Hb 7.26)

. Nenhum dolo ou engano achava-se em seus lábios (1Pe 2.21-24).

3.2. Jesus é o nosso excelso modelo (Ef 4.13).

CONCLUSÃO: Quando do arrebatamento da Igreja, estaremos para sempre com o nosso Amado Salvador — Jesus Cristo, Verdadeiro Homem e Verdadeiro Deus. Amém. Louvado Seja o Cordeiro.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

Copyright © 2003 - 2020 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.