Adultos

Lição 9 - O reinado de Davi III

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SETOR 31 (ERMELINO MATARAZZO,SÃO PAULO/SP)

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2019

Adultos - O GOVERNO DIVINO EM MÃOS HUMANAS: liderança do povo de Deus em 1º e 2º Samuel

COMENTARISTA: OSIEL GOMES DA SILVA

COMENTÁRIO: EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

LIÇÃO Nº 9 – O REINADO DE DAVI

 

Texto: 2 Samuel 5.1-12

Introdução: A glória do reinado de Davi deve-se, antes de tudo, à boa mão de Deus que estava sobre ele.

I – DAVI É CONSTITUÍDO REI

1. Três motivos para sua escolha

1.1. Ele preenchia todas as condições da realeza, o que prontamente excluía a possibilidade de uma liderança estrangeira. (Dt 17.15; 1Cr 11.1)

1.2. Ele tinha uma liderança militar (1Sm 18.16)

1.3. Era promessa de Deus ao povo de Israel (2Sm 3.10,18)

2. Davi como pastor e chefe

2.1. A figura do pastor de ovelhas serve para descrever os governantes de Israel

2.2. Davi como chefe de Israel:

. Ele seria um capitão

. Ele seria um príncipe

. Ele seria um líder

2.3. Davi como pastor de Israel (Sl 23):

. Ele cuidaria e apascentaria

. Ele se revelaria um amigo especial

2.4. Deus guia o seu povo através da liderança constituída (Sl 77.20)

. O Pastor deve ser o exemplo (1Pe 5.3)

. O Pastor é cooperador da alegria do povo (2Co 1.24)

3. Entrando em aliança com o povo

3.1. Ninguém consegue fazer alguma coisa sozinho.

3.2. Para ter um reino fortalecido, Davi precisava fazer aliança com o povo (2Sm 8.10-18; 2Rs 11.17; 1Cr 11.3)

II – A CONSOLIDAÇÃO DO REINO DE DAVI

1. A edificação de Jerusalém

1.1. Davi luta para expulsar os fariseus que estavam em Jerusalém

. Davi considerava Jerusalém algo particular seu, pois fora conquistada sob sua liderança

. Davi fere por duas vezes aos filisteus e se apossa Jerusalém

1.2. Com a presença de Deus na sua vida, Davi consegue controlar suas fronteiras

2. As reformas religiosas

1. Davi vai atrás da Arca para trazê-la para Jerusalém (2Sm 6)

1.1. Esse ato revela o seu zelo espiritual

1.2. Davi valorizava o que era espiritual

1.3. Davi preservava a herança espiritual

1.4. Davi elevava a herança espiritual diante do povo

1.5. Nem todos compreendiam esse fervor espiritual de Davi (2Sm 6.20)

3. A suprema aliança davídica

3.1. O profeta Natã profetiza sobre a aliança davídica

. Davi e sua família teriam um grande nome (2Sm 7.1-15)

3.2. Três coisas importantes iriam caracterizar a aliança davídica

. Firmeza da sua família na terra

. Seus sucessores teriam a presença de Deus

. Davi teria uma dinastia eterna (2Sm 7.11-16)

III – A GRANDEZA POLÍTICA DO REINADO DE DAVI

1. As realizações militares

1.1. Os registros de diversas ações militares de Davi estão em 2 Samuel 8.1-14)

. Os povos que Davi venceu foram: filisteus, moabitas, sírios, edomitas

1.2. Líderes na direção do Senhor são vitoriosos nas batalhas.

2. As administrações de Davi

2.1. Davi fez muitas mudanças na área administrativa (2Sm 8.15-18; 20.23-26)

. Esse corpo administrativo estava sob as ordens de Davi e o auxiliavam

. Não era um corpo administrativo autônomo.

2.2. O sucesso de um obreiro está em administrar, também, as coisas de Deus.

. São chamados para isso (Tt 1.5; 1Tm 5.17)

3. O culto público

3.1. Davi fez mudanças no culto público (1Cr 23.1-30)

. Os sacerdotes eram Zadoque e Aimeleque (2Sm 8.17)

3.2. Tais mudanças tinham como objetivo a maior glória de Deus

3.3. O culto deve ser feito segundo a direção de Deus, e, não por conta própria (Lv 10.1,2)

Conclusão: Davi reconhecia que a grandeza do seu reino vinha de Deus (1Cr 29.14). Essa lição muitos ainda não aprenderam.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

Copyright © 2003 - 2019 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.