Adultos

Lição 6 - A rebeldia de Saul e a rejeição de Deus III

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SETOR 31 (ERMELINO MATARAZZO,SÃO PAULO/SP)

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2019

Adultos - O GOVERNO DIVINO EM MÃOS HUMANAS: liderança do povo de Deus em 1º e 2º Samuel

COMENTARISTA: OSIEL GOMES DA SILVA

COMENTÁRIO: EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

LIÇÃO Nº 6 – A REBELDIA DE SAUL E A REJEIÇÃO DE DEUS

Texto: 1Samuel 15.17-28

Introdução: Ao cristão nascido de novo não cabe praticar o pecado da rebeldia, pois fazê-lo é reviver a velha natureza.

I - DEFINIÇÃO DE REBELDIA

1. Definição

1.1. É caracterizada como um ato de resistência; obstinação em excesso (Ex: 2Tm 3.4)

1.2. Biblicamente devemos evitar a rebelião

. Deus tem uma maneira certa de curar rebeliões (Jr 3.22)

2. Aspecto bíblico

2.1. Israel se rebelou e escolheu o mal (Jr 3.23; 31.22)

2.2. Israel é comparado a uma vaca (Os 4.16)

2.3. Rebelião no Antigo Testamento é quando um servo de Deus retorna às mais horríveis práticas pecaminosas

2.4. O cristão não vive na rebeldia, pois é uma nova criatura em Cristo (2Co 5.17; 1Pe 1.23)

. Não deve reinar a antiga natureza (Rm 6.12; 2Pe 2.22)

3. O cristão e a rebelião

3.1. A bíblia ensina a respeitar as autoridades (Rm 13.1)

3.2. Dois motivos para não concordar com as autoridades

. Quando a prioridade da justiça está em risco (Am 6.12)

. Quando há violação aos princípios bíblicos (At 5.29)

3.3. Os três amigos de Daniel não aceitaram as ordens do rei, contudo não o desrespeitaram (Dn 3.16,17)

. O verdadeiro cristão deve medir bem as suas palavras (Tt 2.1; 2Tm 2.24)

II - A REBELDIA DE SAUL

1. Não cumpriu com a ordem divina (1Sm 15.18-19)

1.1. A ordem era matar os amalequitas (Êx 17.8-13; Dt 25.17,18)

. Eles estavam sob o julgamento divino

. Nada deveria ser saqueado ou roubado

1.2. Saul não obedeceu à ordem divina

. Não destruiu o inimigo

. Poupou o rei dos amalequitas (Agague)

. Mais tarde, um amalequita é quem mata Saul (2Sm 1.1-10)

2. Deus 'se arrependeu' em relação a Saul (1Sm 15.11,35)

2.1. Duas razões para isso ter acontecido:

. Saul deixou de seguir a Deus

. Saul deixou de executar a vontade de Deus

2.2. Arrepender-se: (Hb Nacham): sentir profundamente, lamentar

. Em relação a Deus significa que Deus mudou em relação a Saul

2.3. Deus requer do seu povo obediência (Sl 50.13-14)

3. 'A rebelião como pecado de feitiçaria' (1Sm 15.23)

3.1. O texto fala de apostasia (1Tm 4.1)

3.2. A rebelião é tão maléfica quanto a adivinhação, pois ela rouba o lugar de Deus

. Deus não dá sua glória a ninguém (Is 42.8)

3.3. 'Rebelião como pecado de feitiçaria': ou seja, uma decisão por meio de adivinhação ou lançamento de sorte

3.4. 'Porfiar é como iniquidade e idolatria', ou seja, engano de idolatria demonstrado na arrogância de quem pratica a idolatria.

3.5. Martinho Lutero disse: 'Nenhum de nós jamais pode e deve querer impor nossa vontade perante as ordens do Senhor'

III - SAUL, UM LÍDER SEM CRITÉRIOS

1 Não sabia esperar

1.1. Saul era impaciente

. Samuel havia dito para Saul esperar (1Sm 10.8)

1.2. Na obra de Deus devemos esperar com paciência (Sl 40.1)

. Esperemos no Senhor (1Pe 1.13)

2. Saul: o rei rejeitado

2.1. Ele pecou em não ouvir a voz de Deus (1Sm 13.13)

2.2. Outros pecados de Saul que levou Deus a rejeitá-lo

. Voto tolo

. Irreverente com a ordem de Deus

. Consultou a feiticeira (1Sm 28.11-20)

Conclusão: O Pai deseja que andemos todos num só propósito. O sucesso no ministério está na obediência completa ao Deus da Palavra.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

Copyright © 2003 - 2019 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.