Adultos

Lição 12 - Os pães da proposição II

ASSEMBLEIA DE DEUS - MONTE TABOR/IMPERATRIZ-MA

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

TERCEIRO TRIMESTRE DE 2018

Adultos - Adoração, santidade e serviço: os princípios de Deus para a Sua Igreja em Levítico

COMENTARISTA: CLAUDIONOR CORREA DE ANDRADE

COMPLEMENTOS, ILUSTRAÇÕES E VÍDEOS: PR. LUIZ HENRIQUE DE ALMEIDA SILVA

LIÇÃO Nº 12 – OS PÃES DA PROPOSIÇÃO

...

PÃO - Tesouro de Conhecimentos Bíblicos - Emílio Conde – CPAD

- Do hebraico “léhem” e do grego “artos”, era um alimento feito com farinha de cevada e cozido no forno. A farinha de trigo, ao tempo da Bíblia, era luxo. Para Israel, como para todos os povos mediterrâneos e do Oriente Próximo, o pão sempre foi o alimento básico, muitas vezes mencionado na Escritura como símbolo da comida.

Haverá alguma mensagem importante na palavra pão? Que haverá de útil, atraente e desconhecido no pão, ainda não revelado para nós? Várias são as objeções feitas mentalmente acerca desse alimento e há uma que poucos saberão responder: Em que livro, capítulo e versículo se menciona pela primeira vez o pão, nas Escrituras? - “No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra” (Gn 3.19). Essa foi uma expressão que demonstrou o esforço requerido pela subsistência, ainda que o homem primitivo não comesse pão. Nesse versículo, o pão tem o sentido de tudo quanto se presta para alimentar o corpo. Essa primeira menção de pão pode ser evidente em todos os relatos históricos que falam da manutenção do homem como indivíduo e como comunidade tribal ou nacional: necessitar de pão significa não dispor dos meios imprescindíveis para viver. No deserto, o povo de Israel se rebelou contra DEUS porque não tinha pão nem água. DEUS, então, lhes enviou o maná do céu (Ex 16.3,4,15; Nm 21.5; Dt 8.3; Ne 9.15).

A fé na soberania e na providência de DEUS sobre o homem tem sua expressão no fato de que o Senhor dá o pão ou o tira, de acordo com sua bênção ou sua maldição sobre o homem agradecido, ou sobre o infiel: abundância de pão é abundância de proteção e favor divino; escassez de pão é duro castigo ao pecado (Êx 23.25; 2 Sm 3.29; Sl 37.25; 132.15; Jr 5.17; Lm 1.11; 2.12; Ez 4.16,17).

A forma dada ao pão, nos dias do Antigo Testamento, variava de país para país. Nos dias de Abraão, quando o patriarca recebeu a visita de três anjos em sua tenda, ordenou a Sara, sua esposa, que fizesse bolos (pães) de três medidas de flor de farinha. Neste caso, os pães tinham a forma redonda. Geralmente eram redondos e achatados, como um prato. Utilizava-se a farinha de cevada; os pães dos sacrifícios eram feitos da farinha da flor do trigo. Havia pães também feitos de uma mistura de farinha. Será útil, sem dúvida, conhecer o que o profeta Ezequiel escreveu acerca da composição do pão: “E tu [disse o Senhor] toma o trigo, e cevada, e favas, e lentilhas, e milho, e aveia, e mete-os num vaso, e faze deles pão” (Ez 4.9).

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - PR. LUIZ HENRIQUE DE ALMEIDA SILVA

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.