Reflexões

O que você, HOJE, vê diante do espelho?

FRANCISCO JACOB*

UMA REFLEXÃO MOMENTÂNEA

O que você, HOJE, vê diante do espelho

...

Nestes últimos dias, tenho tido uma preocupação constante até comigo mesmo, preocupação quase que ininterrupta, com o que eu represento ou o que deixo transparecer refletido frente a um espelho, não somente frente ao espelho mas a outros que nos observam diuturnamente, alguns até com frenesi.

Olhamos em um momento e os nossos olhos e consciência nos indicam uma coisa, logo em seguida quando olhamos novamente, a imagem já está deturpada, modificada e, em muitos casos, retorcida, desfigurada em relação à última imagem que focalizamos.

Frente ao espelho então! Ah! É uma caixa de surpresa. Que pode ser o espelho natural de vidro, ou o espelho da vida que reflete a outros o que somos e como nos mostramos ser, ou ainda, o espelho da nossa própria alma que, dentro de nós mesmos, nos mostra uma imagem irreconhecível em muitos casos, aí é quase que drástico o tempo ínfimo de modificações visuais que sofremos, até porque as intempéries e as ações do tempo deterioram de maneira cruel e brutal a nossa fisionomia e corpo, é também por isso que o impacto das indústrias de corretivos faciais e cosméticos tem um crescimento vertiginoso. Apesar de que as tais indústrias atuam mais em partes do corpo que mais são vistas com facilidade de visão ou com facilitação para que se veja, se é que me entendem quando me refiro a isto, porém, de uma maneira geral, os produtos fabricados para este fim prosperam em altíssima velocidade em função da necessidade de uso procurando modificar as distorções que sofremos em nosso visual.

Mas não é neste campo de visão que eu quero referir-me ou ater-me com um pouco de profundidade, quero falar de uma visão interna que temos dentro de nós mesmos e que varia em função de nossas atitudes. Aquelas que nos deixam perceber as atitudes e ações no tempo secular de suas vidas, ou até mesmo dentro de seus recintos religiosos onde, por força de lei, procuramos, em muitos casos, nos apresentarmos de uma maneira correta mesmo que não sejamos corretos. Como se tivéssemos uma fachada de propaganda.

p>

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - FRANCISCO JACOB FERREIRA

* Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Ministério do Belém - Setor 5 (Osasco/SP) - congregação de Jardim Rochdale I

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.