Reflexões

2017 se foi. 2018 chegou. E, agora, o que fazer?

FRANCISCO JACOB*

UMA REFLEXÃO MOMENTÂNEA

2017 se foi. 2018 chegou. E, agora, o que fazer?

(...) Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. (João 15:5)

Acabaram as festas, Natal e Ano Novo foram-se. Chegou enfim, Janeiro de um novo tempo e com ele um novo ciclo, tudo novo, nova vida, porém, com que se viveu no ano velho, ficou para o novo ano resquícios de coisas velhas e passadas, as dívidas, por exemplo, enfim, tudo que restou do Ano Velho se junta alegremente ou tristemente ao Ano Novo, ao novo ciclo como experiências ou como exemplos de mau viver e suas consequências.

Pois bem! O que trouxemos de lá? Fica a pergunta a cada um dos seres vivos da terra. O que encontraremos agora? Junta-se a esta pergunta a última que fizemos a nós mesmos, mas não sabemos com certeza o que responder.

Ah! Se fossemos um numerólogo diríamos que, juntando na soma os algarismos do numeral do novo ano e daríamos uma conclusão, incerta, mas daríamos, como acontece em todo inicio de um ano novo. Se fôssemos um misticista, curvar-nos-íamos a um ídolo de devoção, e olha que são muitos, e daríamos uma previsão para o ano que se inicia. Se fôssemos videntes, astrólogos daríamos com certeza previsões mirabolantes tanto para o bem de alguns e também o mal para outros, mesmo que não tivéssemos uma certeza, como na realidade, todos não têm.

Porém, de uma coisa poderá se dar a definição, cada um de nós, mesmo que não se tenha a capacidade de uma destas pessoas acima identificadas como paranormais.

(...) Disse JESUS: porque sem Mim nada podeis fazer. (João 15:5)

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - FRANCISCO JACOB FERREIRA

* Membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus - Ministério do Belém - Setor 5 (Osasco/SP) - congregação de Jardim Rochdale I

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.