Primário

Lição 2 - Saul, o primeiro rei

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO IPIRANGA - SEDE - SÃO PAULO/SP

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2017

Primários: Conhecendo o último juiz, o primeiro rei e o maior rei de Israel

COMENTARISTA: ANA PAULA NOGUEIRA

COMENTÁRIO: JACIARA DA SILVA

LIÇÃO Nº 2 – SAUL, O PRIMEIRO REI

Ao Mestre

Prezado (a), aproveite o tema da lição de hoje, para passar ensinos práticos aos pequenos.

O povo de Israel decidiu escolher ser governados por um rei humano em vez de ser por Deus. É interessante ressaltar que o fato deles aprovarem Saul como rei, não estava em ter sido apontado por Deus, mas sim em sua aparência.

Saul era filho de um homem rico e importante, era jovem e bonito. Não havia ninguém mais bonito do que ele entre todos os israelitas. Além disso, era mais alto do que todos. Quando estava no meio do povo, ele aparecia dos ombros para cima.

Enfatize aos pequenos que as primeiras impressões podem ser enganosas, principalmente quando a imagem criada pela pessoa é contraditada por suas qualidade e habilidades. Saul possuía a imagem ideal de um rei, mas seu caráter possui tendências más. Não era integro, era desobediente.

Saul poderia ter realizado grandes feitos para Deus e em prol de seu povo, porém seu reinado foi pautado de fracassos resultantes de sua desobediência ao mandado de Deus. Ele possuía aparência, coragem e atitude, se ele colocasse seu coração a obedecer a Palavra de Deus, até mesmo seus defeitos e fraquezas poderiam ser suplantados pelo poder do amor divino. Mas suas más escolhas, teimosia e desobediência o afastaram do Deus Todo-Poderoso

Enfatize aos pequenos que a teimosia e a desobediência aos pais e a Deus só resultam em fracassos e tristeza. Deus quer sempre o nosso bem, devemos ouvir Sua Palavra.

Deus abençoe grandemente seu ministério.

Texto Bíblico: 1 Sm 14.47-52; 15.1-35.

Objetivo

Professor ministre sua aula de forma a conduzir seu aluno a conscientizar-se de que a desobediência a Deus conduz ao fracasso e a sofrimentos.

Memória em ação

“Como é feliz o homem que põe no Senhor a sua confiança, e não vai atrás dos orgulhosos, dos que se afastam para seguir deuses falsos.” (Sl 40.4 – NVI).

Muitas bênçãos estão disponíveis aqueles que temem e com prazer obedecem aos mandamentos de Deus: a honra, a prosperidade a segurança, estar livre do medo. Todos os que desejam viver seguros e alegres deve reverenciar e alegremente obedecer a Deus.

Crescendo no conhecimento

Saul logo que se foi ungido rei de Israel, reuniu um exército derrotou muitos inimigos de seu povo; os amonitas, moabitas, edomitas, etc.

O povo estava contente com o rei, era bonito, era alto, corajoso. Tinha uma linda esposa chamada Ainoã, e tinha três filhos homens: Jônatas, Isvi e Malquisua. A sua filha mais velha chamava-se Merabe, e a mais nova, Mical. E nas guerras contava com seu primo Abner e com soldados corajosos. Saul tinha tudo para ser um grande rei, mas seu coração era teimoso. Não gostava de obedecer.

Certa vez, após uma guerra, o povo fez um grande ajuntamento para festejar. Samuel então falou a todo o povo e a Saul:

__ O SENHOR Deus vos ouviu e lhes deu um rei segundo a vossa petição. Temam o SENHOR e sirvam a ELE fielmente, com todo o coração. Lembrem das grandes coisas que ELE fez por vocês. Mas, se vocês continuarem a fazer o mal, certamente tanto vocês como o seu rei serão destruídos.

Mas Saul pareceu que não ouviu as palavras de Samuel. Alguns dias depois, em um outro ajuntamento do povo, Samuel se atrasou devido a sua muita idade e Saul resolveu ele mesmo oferecer sacrifícios a Deus em lugar de Samuel que era o sacerdote.

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - PROFª. JACIARA DA SILVA

Copyright © 2003 - 2017 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.