Juvenis

Lição 10 - Existem anjos e demônios? II

ASSEMBLEIA DE DEUS CANAÃ - FORTALEZA/CE

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2018

JUVENIS: RESPOSTAS ÀS DÚVIDAS SOBRE A FÉ CRISTÃ

COMENTARISTA: RAFAEL LUZ

COMENTÁRIO: EV. JOSÉ LUCAS NETO

LIÇÃO Nº 10 – EXISTEM ANJOS E DEMÔNIOS?

INTRODUÇÃO

Deus criou o universo e o tudo que está contido nele. Anjos foram especialmente criados para assistirem aos homens segundo as ordens do Senhor Jesus. Nesta lição estudaremos sobre a definição de anjo, angelologia, a origem, o ministério, as ordens e organização dos anjos, estudaremos sobre alguns erros doutrinários sobre os anjos, definiremos a palavra demônio, bem como demonologia, a origem e tarefa principal dos demônios, finalizando o nosso estudo sobre guerra espiritual.

1. DEFINIÇÃO DE ANJO

A palavra grega "aggelos" e a palavra hebraica "malakh" transliteradas significam "mensageiro", tendo outro significados na Bíblia Sagrada, tais como: seres celestiais, sacerdotes, pastores de igreja, etc.

2. CONCEITO DE ANGELOLOGIA

Angelologia é a ciência que estuda os anjos, sendo a angelologia composta da palavra "angelos" que significa "anjo" e da palavra "logia" que significa "estudo".

3. ORIGEM DOS ANJOS

Os anjos são seres celestiais imateriais denominados "filhos de Deus" que foram criados pelo Senhor e organizados em diversas ordens com funções específicas que não estão sujeitos ao tempo cronológico e ao espaço dimensional que vivem e habitam no céu, ou seja, os anjos não são eternos, eterno só o Senhor que não possui início e nem fim, porém, os anjos receberam do Senhor a vida eterna. (Sl 148:2-5; Cl 1:16-17)

4. O MINISTÉRIO DOS ANJOS

Em termos gerais os anjos executam tarefas ordenadas por Deus e assim os anjos são espíritos ministradores enviados para servir aos cristãos conforme escreveu o autor da carta aos hebreus. (Hb 1:14).

5. ORDEM E GRAU DOS ANJOS

A Bíblia Sagrada não revela de forma sistêmica como se dar a organização dos anjos quanto a organização e sua hierarquia, porém, vários textos bíblicos nos infere a concluir que a organização angelical em sua estrutura é a seguinte:

5.1. ARCANJOS

É o primeiro nível hierárquico na estrutura organizacional dos anjos. Considera-se que este anjo é uma espécie de administrador e protetor que terá uma papel fundamental no comando dos exércitos do Senhor contra as forças satânicas por ocasião de uma grande batalha celestial. O arcanjo que as Sagradas Escrituras menciona chama-se Miguel.(Ap 12:7-9; Dn 12:1: Jd 9)

5.2. SERAFINS

É a ordem de anjos encarregados para a adoração e louvor ao Senhor. (Is 6:1-7)

5.3. QUERUBINS

È a ordem de anjos encarregados para guarda e estão diretamente ligados ao trono de Deus configurando como missão principal desta ordem guardar o trono do Senhor contra a presença de outros seres celestiais. (Gn 3:24; Hb 9:5)

5.4. ANJOS

São seres celestiais encarregados de realizar missões dadas pelo Senhor em favor dos homens. Relatos bíblicos nos infere a concluir que estes seres invisíveis em uma teofania especial aparecem encarnados e muitas vezes são até percebidos como homens. (Gn 19:4-5)

6. ORGANIZAÇÃO DAS ORDENS DOS ANJOS

Os anjos na organização de suas respectivas ordens (arcanjo, serafins, querubins, anjos) estão organizados em tronos ligados diretamente ao trono do Senhor.(Êx 25:18-22); Domínios que é relativo a consecução das ordens divinas.(Ef 1:21); Principados que são os anjos que governam sobre territórios específicos e são chamados de príncipes. (Ez 28:12-14); e por último as potestades que conferem a estes anjos grande autoridade para a consecução de uma missão. (1 Cr 21:15)

7. ERROS DOUTRINÁRIOS SOBRE OS ANJOS

Alguns erros doutrinários são cometidos na relação espiritual entre os homens e os anjos, a saber:

7.1. ADORAÇÃO AOS ANJOS

A adoração aos anjos tipifica o pecado da idolatria, pois, a adoração deve ser exclusiva ao Nosso Senhor Jesus como preceitua o primeiro mandamento. A postura do anjo diante do apóstolo João que se prostrou diante do anjo para adorá-lo foi o de repreensão, pois, somente Cristo deve ser adorado.(Ap 19:10; Ap 22:8-9)

7.2. CULTO AOS ANJOS

Infelizmente nos dias atuais, organizações eclesiásticas prestam culto aos anjos, caracterizando novamente o pecado da idolatria .(Cl 2:18).

8. DEFINIÇÃO DE DEMÔNIO

A palavra grega "Daimon" transliteradas significa "demônio", tendo outro significados na Bíblia Sagrada, tais como: seres celestiais caídos, Satanás, etc.

9. CONCEITO DE DEMONOLOGIA

Demonologia é a ciência que estuda os demônios, sendo a demonologia composta da palavra "demono" que significa "demônios" e da palavra "logia" que significa "estudo". Portanto, a demonologia estuda pormenorizadamente os demônios.

10. ORIGEM DOS DEMÔNIOS

Lúcifer, outrora um anjo de luz se ensoberbeceu querendo o lugar de Deus e foi expulso do céu com um terço de todos os anjos criados que se rebelaram contra o Senhor. (Jo 8:44; 2 Pd 2:4; Ap 12:4)

11. TAREFA PRINCIPAL DOS DEMÔNIOS

Matar, roubar e destruir (Jo 10:10b)

12. GUERRA ESPIRITUAL

O apóstolo Paulo diz que a nossa luta não é contra a carne e nem contra o sangue, mas sim contra as possessões malignas e para este enfrentamento precisamos nos revestir da armadura de Deus para o enfrentamento contra os principados e potestades malignas nos tornando cada vez mais fortes e unidos ao Senhor recebendo a força de seu grande poder. (Ef 6:10-20).

"A oração é o instrumento espiritual mais poderoso contra os dardos inflamados do maligno."

13. CONCLUSÃO

Anjos e demônios existem, os anjos para serem ministradores em favor dos homens, os demônios para destruir os homens. Estamos sempre diante de uma cotidiana batalha espiritual, porém, temos a certeza de que a vitória é nossa no Nome de Jesus diante dos principados e potestades malignas.

Aleluia!"

Fonte: https://proflucasneto.files.wordpress.com/2018/02/notas_1t_2018_juvenis_lic3a7c3a3o-10_existem-anjos-e-demc3b4nios.pdf Acesso em 28 fev. 2018

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.