Juniores

Lição 11 - Davi, um guerreiro segundo o coração de Deus

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO IPIRANGA - SEDE - SÃO PAULO/SP

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

TERCEIRO TRIMESTRE DE 2018

Juniores: Histórias de fé e coragem

COMENTARISTA: JOSÉ CARVALHO DE ANDRADE

COMENTÁRIO: PROFª. JACIARA DA SILVA

LIÇÃO Nº 11 – DAVI, UM GUERREIRO SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS

Objetivo

Professor (a) ministre sua aula de forma que ao término, seu aluno possa conscientizar-se que Deus deseja que através de nossas vidas muitas pessoas sejam abençoadas.

Memorizando

“Mas eu, quando estiver com medo, confiarei em ti." (Sl 56.3 – NVI).

Texto bíblico em estudo: 1 Sm 17.1-54.

Explorando as Escrituras

Davi foi pastor de ovelhas. Em algumas ocasiões quando Davi cuidava do rebanho de seu pai teve de defender as ovelhas contra o ataque de leões e ursos (I Sm 17.34-36).

Como Jesus Cristo, o Messias, Davi estava pronto a sacrificar sua vida em favor de suas ovelhas (compare com Jo 10.11-15).

Deus deve ter observado isso e pensado: “bem, se esse menino defende assim as ovelhas de seu pai, então ele vai defender as Minhas ovelhas. Vou fazer dele um rei!”.

Davi também era músico. Sempre que Saul tinha uma das suas chamadas depressões, conforme o termo que todos usam hoje, ele precisava de ajuda. Um dos seus servos sugeriu uma terapia musical.

Um deles sugeriu que se chamasse um moço de Belém de Judá, corajoso, forte e muito sensato, que sabia tocar harpa e acima de tudo o Senhor era com ele (I Sm 16.18). Assim Davi passou a levar alívio para Saul afastando aquele espírito maligno com a sua música. Ele provavelmente também cantava os salmos que escrevia. Lembre-se que Davi escreveu metade dos Salmos registrados na Bíblia.

Já no final de sua vida, Davi também organizou a adoração do Templo, que incluía quatro mil sacerdotes que tocavam instrumentos musicais, feitos por ele mesmo “para louvar a Deus” (I Cr 23.5). Não houve ninguém que tenha conciliado a Palavra de Deus com a música, como fez Davi.

Ainda muito jovem Davi já lutava as batalhas do Senhor. Você está lembrado quando ele enfrentou Golias? (I Sm 17). Golias era um soldado filisteu temido por todos. Com quase três metros de altura, Golias caçoava dos exércitos do Senhor que naquela ocasião estava paralisado de tanto medo.

Davi tinha ido até a frente de batalha levar mantimento para seus irmãos e seus comandantes e ouviu Golias desafiando o exército de Israel. Ele anunciou que lutaria contra aquele “filisteu incircunciso”.

Quando Davi ficou frente a frente com o gigante, anunciou: “Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado". Hoje mesmo o Senhor te entregará nas minhas mãos; ferir-te-ei, tirar-te-ei a cabeça e os cadáveres do arraial dos filisteus darei, hoje mesmo às aves dos céus e às bestas feras da terra; e toda a terra saberá que há Deus em Israel. Saberá toda esta multidão que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará nas nossas mãos” (I Sm 17.45-47).

Com essas palavras, Davi deixou bem claro que a causa e a batalha eram do Senhor.

Conclusão

Professor (a) enfatize aos pequenos que Davi assim era porque amava e obedecia a Deus. Estava sempre pronto a fazer a Sua vontade. A vida de Davi nas Escrituras destaca-se como um grande exemplo do que Deus pode fazer com uma pessoa totalmente comprometida em obedecer ao Senhor.

Referências bibliográficas

• SCHULTZ, Samuel J. – A História de Israel no Antigo Testamento – 2º edição – Editora Vida Nova, 2009

• JOSEFO, Flávio. História dos hebreus: de Abraão à queda de Jerusalém (obra completa). Trad. de Vicente Pedroso. Editora: CPAD, 2004.

Colaboração para Portal Escola Dominical – Profª. Jaciara da Silva.

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.