Juniores

Lição 13 - As dez moças

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO IPIRANGA - SEDE - SÃO PAULO/SP

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2017

Juniores: As histórias de Jesus

COMENTARISTA: PATRÍCIA ALMEIDA

COMENTÁRIO: PROF. JAIR CÉSAR S. OLIVEIRA

LIÇÃO Nº 13 – AS DEZ MOÇAS

Texto bíblico: Lc 19.11-27

Objetivos

Após a aula seu aluno deverá compreender a necessidade de estar preparado para a volta de Jesus, bem como saber explicar o significado da parábola.

Introdução

Na lição de hoje estaremos estudando a parábola da Dez virgens, parábola esta relacionada a volta de Cristo, registrada em Mateus 25, ela tem como propósito mostra que o servo prudente deve sempre se manter o seu deposito cheio.

Quanto a sua aplicação, ela nos instrui que devemos buscar constantemente o azeite do Espírito, para enfrentarmos o esfriamento dos últimos dias.

I-O Casamento

Para compreendermos bem a parábola das dez virgens, precisamos saber como se realizava um casamento nos dias de Jesus.

O primeiro passo no processo de um casamento judaico era a escolha, por parte do pai do noivo, da moça que deveria casar com seu filho. Essa escolha dependia de diferentes razões: uma ligação de famílias, uma aliança política, uma questão econômica. O casamento por amor, em geral, ficava como uma questão secundária.

O pai podia delegar essa tarefa a outra pessoa, que trataria também de todos os demais acertos para a realização do casamento. De uma forma clara, vemos isso quando Abraão mandou seu servo, com plenos poderes, obter.. uma noiva para seu filho Isaque e combinar o casamento. Posteriormente, apareceu a figura do "agente de casamento" (li Shadkan", em hebraico). Depois de feitos todos os contratos, o noivo assumia os compromissos estipulados.

Embora fosse um casamento arranjado, a noiva poderia consentir ou não com o casamento.

Se consentisse, havia, então, uma cerimônia pública, sob o pálio nupcial, expressando a intenção dos noivos de se tornarem esposos. O moço e a moça estavam "desposados" (nessa situação encontravam-se José e Maria, quando o anjo anunciou-Ihes o nascimento de Jesus). Entretanto, os noivos ficavam separados. Era o tempo para o noivo preparar o lugar de residência da nova família, e, para a noiva, era tempo do preparo pessoal.

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - PROF.ª JACIARA DA SILVA

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.