Juniores

Lição 5 - A história do perdão

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO IPIRANGA - SEDE - SÃO PAULO/SP

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2017

Juniores: As histórias de Jesus

COMENTARISTA: PATRÍCIA ALMEIDA

COMENTÁRIO: PROF. JAIR CÉSAR S. OLIVEIRA

LIÇÃO Nº 5 – A HISTÓRIA DO PERDÃO

Texto bíblico Mt 13.24-30

Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?

Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.

Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos;

E, começando a fazer contas, foi-lhe apresentado um que lhe devia dez mil talentos;

E, não tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse.

Então aquele servo, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Senhor, sê generoso para comigo, e tudo te pagarei.

Então o Senhor daquele servo, movido de íntima compaixão, soltou-o e perdoou-lhe a dívida.

Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos, que lhe devia cem dinheiros, e, lançando mão dele, sufocava-o, dizendo: Paga-me o que me deves.

Então o seu companheiro, prostrando-se a seus pés, rogava-lhe, dizendo: Sê generoso para comigo, e tudo te pagarei.

Ele, porém, não quis, antes foi encerrá-lo na prisão, até que pagasse a dívida.

Vendo, pois, os seus conservos o que acontecia, contristaram-se muito, e foram declarar ao seu senhor tudo o que se passara.

Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste.,/p>

Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti?

E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que lhe devia.

Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas.

Objetivos da Lição

Após a aula seu aluno deverá: Compreender o valor do bom relacionamento, especialmente entre irmãos. Praticar o perdão gracioso de Deus.

Introdução

Estudaremos nesta lição a parábola do perdão, ou como é mais conhecida a parábola do credor incompassivo, registrada no evangelho de São Mateus cap. 18. Esta parábola tem como propósito mostrar a aplicação do perdão, tanto de Deus para conosco, quanto de nós para com o nosso próximo. Esta parábola nos mostra a necessidade de usarmos de misericórdia e perdão como os nossos devedores, assim como Deus nos perdoa também. Esta parábola iniciou-se mediante a pergunta de Pedro; Quantas vezes devo perdoar meu irmão,sete ?

Pedro pensava ser sete vezes o suficiente, mas o Senhor lhe diz setenta vezes sete. É claro que o Senhor não estava falando em uma regra totalizando em 490 vezes, mas para melhor entendimento o Ele lhes falou uma parábola para lhes mostrar como deveria ser o relacionamento entre os irmãos.

Vejamos antes de tudo o que é perdão!

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - PROF.ª JACIARA DA SILVA

Copyright © 2003 - 2017 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.