Jovens

Lição 11 - Os falsos profetas e os seus frutos IV

ASSEMBLEIA DE DEUS CANAÃ - FORTALEZA/CE

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

SEGUNDO TRIMESTRE DE 2017

Jovens:o SERMÃO DO MONTE: A justiça sob a ótica de Deus

COMENTARISTA: CÉSAR MOISÉS CARVALHO

COMENTARISTA: EV. LUCAS NETO

LIÇÃO Nº 11 – OS FALSOS PROFETAS E OS SEUS FRUTOS

INTRODUÇÃO

Os falsos profetas desvirtuam a Palavra de Deus promovendo o desenvolvimento de heresias e da apostasia. Nesta lição estudaremos sobre como atua o falso profeta no seio da igreja, como reconhecê-lo biblicamente e compreender qual será o fim daqueles que rejeitam a Cristo.

I – OS FALSOS PROFETAS E SUA ATUAÇÃO

1. OS FALSOS ENSINOS E ESPÍRITOS ENGANADORES NA IGREJA CONTEMPORÂNEA

A igreja de nossos dias é intensivamente bombardeada por falsos ensinos que desvirtuam o sacrifício de Cristo na cruz do Calvário, desviando sistematicamente o homem da salvação em Cristo. Este desvirtuamento moral, social, ético e espiritual empurram os homens a promoverem os males e corrupções dos nossos dias. (2 Tm 3:1-5)

O combate a estes falsos ensinamentos só serão efetivos se estes falsos ensinos, falsos mestres e espíritos enganadores forem confrontados com a Palavra de Deus que é absoluta, pura e santa. Assim como os bereanos, devemos sempre comparar os ensinos propagados nos mais diversos meios escritos, falados e midiáticos com a Palavra de Deus. (At 17:10-11)

O Apóstolo Paulo inicia o terceiro capítulo da segunda carta a Timóteo declarando sobre a incidência desenfreada dos males e das corrupções dos últimos dias que se abateria no seio da humanidade, fruto de uma sociedade extremamente relativista e materialista em suas ações onde o amor, principal sentimento e comportamento ficaria a margem das relações sociais. (2Tm 3:1).

Mas, que tempos difíceis seriam estes? Tempos que os homens demonstrariam toda a sua natureza comportamental animalesca, selvagem e demoníaca, visando sempre a destruição das boas práticas de convivência social, onde cada um viveria por si numa extremada posição de fúria, individualismo, egolatria e penosidade.

Neste contexto, o Apóstolo Paulo nomeia pelo menos 19 males da alma humana, refletidos pelo comportamento e ao mesmo tempo adversos a Palavra de Deus, os quais, passamos a mencionar neste momento com o seu respectivo significado: (2 Tm 3:2-5)

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

Fonte: https://proflucasneto.files.wordpress.com/2013/06/notas_2t_2017_jovens_lic3a7c3a3o_11_os-falsos-profetas-e-seus-frutos.pdf Acesso em 07 jun. 2017.

Copyright © 2003 - 2017 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.