Jovens

Lição 2 - Os preparativos para a conquista III

ASSEMBLEIA DE DEUS - CAMPINA GRANDE/PB

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2019

Jovens: RUMO À TERRA PROMETIDA: a peregrinação do povo de Deus no deserto no livro de Números

COMENTARISTA: REYNALDO ODILO

COMENTÁRIO: PROF.FRANCISCO DE ASSIS BARBOSA

LIÇÃO Nº 2 – OS PREPARATIVOS PARA A CONQUISTA

...

COMENTÁRIO DA LIÇÃO

INTRODUÇÃO

“Os israelitas permaneceram no deserto do Sinai (após a história narrada em Êxodo), mas o lugar da manifestação de Deus tinha migrado do monte para a planície do deserto (Nm 3.14), onde estava o tabernáculo (erguido um mês antes - Êx 40.17; Nm 1.1). Nesse cenário, Deus levantou líderes para guiar o seu povo: Moisés, Arão (Nm 1.1,3) e um líder de cada tribo de Israel (Nm 1.4). O Senhor mencionou-os nominalmente (Nm 1.5-15), declarando, que eles seriam “príncipes das tribos de seus pais” (Nm 1.16). Os hebreus tinham potencial para conquistar o território de Canaã, mas lhes faltou humildade, obediência e fé, para seguirem até o fim. Todos aqueles líderes, nomeados por Deus, e seus companheiros, morreram no deserto. Começaram bem, mas terminaram mal. Por isso, os fatos narrados em Números devem ser cuidadosamente observados, pois trazem graves advertências para todos.” [Lições Bíblicas CPAD, Revista Jovens, 1º Trimestre 2019. Lição 2, 13 Jan, 2019]

- O livro dos números é sobre o povo de Deus no deserto - como eles chegaram lá, como Deus lida com eles no deserto, e como Ele os leva para fora do deserto a caminho da Terra Prometida. Os erros e pecados de Israel servem-nos de alerta para que não venhamos a cometer os mesmos enganos. O monte Sinai é um lugar especial para todo o povo de Deus. Ali Deus revelou-se de modo especial a Moisés e a Israel e lhe entregou os Dez Mandamentos. Ali os israelitas tiveram a revelação da glória e da santidade do Todo-Poderoso. Tiveram também a revelação da sua natureza, da sua lei, da expiação do pecado, da vontade divina e do seu culto. A distância do Sinai a Canaã é de quase 500 quilômetros, e seria percorrida em um curto prazo pelos israelitas, mas infelizmente levou 38 anos. A demora decorreu como parte do julgamento divino dos pecados de incredulidade, murmuração, rebelião e desvio dos israelitas (Dt 2.14,15). A permanência no Sinai, conforme as determinações do Senhor a Moisés, foi cerca de onze meses. Durante sua permanência ali, Israel caiu no abominável pecado da idolatria do bezerro de ouro (Êx 32.1-8,25). Com a idolatria veio a obscenidade, a imoralidade e a prostituição. Este horrível pecado de Israel é mencionado várias vezes através da Bíblia, sempre de modo infamante como em 1 Coríntios 10.7: “Não vos façais, pois, idólatras, como alguns deles; conforme está escrito: O povo assentou-se a comer e a beber e levantou-se para folgar”. Apesar de Israel ter falhado, o eterno propósito salvífico de Deus não falhou (Ef 3.11).. – That said, let's think maturely the Christian faith!

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

Fonte: http://auxilioebd.blogspot.com/2019/01/jovens-licao-2-os-preparativos-para.html Acesso em 07 jan. 2019

Copyright © 2003 - 2019 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.