Jovens e Adultos Betel

Lição 5 - Jovens e Adultos - Betel - Enfrentando os problemas econômicos e sociais I

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO MADUREIRA - SOBRADINHO/DF

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

QUARTO TRIMESTRE DE 2018

Jovens e Adultos - Betel - Neemias: enfrentando os desafios com oração, ação e perseverança

COMENTARISTA: ADALBERTO ALVES

COMENTÁRIO: PB. LINDOVAL SANTANA

LIÇÃO Nº 5 - ENFRENTANDO OS PROBLEMAS ECONÔMICOS E SOCIAIS

INTRODUÇÃO

Neste ponto da história do livro de Neemias, vamos nos deparar com um problema que assola a humanidade desde sempre – as injustiças sociais. Ela sempre golpeia uma sociedade de forma violenta e cruel. Experimentá-la é dolorido e em muitos casos gera traumas irrecuperáveis. É só lembrar-se dos grandes problemas nesta área que estão ocorrendo na Venezuela por exemplo. O ex-copeiro do rei Artaxerxes, agora, deveria encarar outro problema tão grave quanto a reconstrução dos muros. Ele deveria tratar da desigualdade social e dos abusos cometidos pelos mais ricos sobre os mais pobres.

1 – A LUTA CONTRA A INJUSTIÇA SOCIAL

Deus está no controle de todas as situações. Ele é o comandante do universo. Ele o fez, Ele o rege. Desde o primeiro momento que Neemias se dispôs a ser instrumento de Deus na recuperação dos muros e das portas de Jerusalém, havia também outros propósitos que também exigia urgência e que só foram revelados depois, após chegar em Jerusalém e ouvir o lamento dos habitantes daquela terra. O povo judeu padecia pelas mãos de seus patrícios. Eles deixaram o julgo babilônico quando o imperador Persa permitiu que voltassem para a sua terra, mas agora estavam sob o julgo dos seus próprios irmãos. A injustiça social estava instaurada em Jerusalém (Ne 5.1-5). Norman Russell Champlin explica que “A narrativa de Neemias sobre os problemas com os inimigos de seu povo de súbito muda de tom, para enfocar uma aguda dificuldade entre o próprio povo, uma dificuldade que tem um som curiosamente contemporâneo”. Como se caracteriza ou se define injustiça social? Atualmente a definição de injustiça social tende a ser múltipla, a depender do aspecto e das condições em que é analisada. De modo simples e sucinto, o padrão de injustiça ocorre quando dois indivíduos semelhantes e em iguais condições recebem tratamento desigual. Vimos em lições anteriores que neste período, alguns judeus que vieram no primeiro retorno junto com Esdras, tinham condições econômicos favoráveis, pois já vieram do cativeiro com recursos e haveres (Ed 1.5-11; 2.66-67). Eles se tornaram ainda mais prósperos, porém cruéis com os seus conterrâneos. Nos dias de Neemias, estava ocorrendo um contraste alarmante na sociedade, a ponto de o povo iniciar um grande protesto contra seus companheiros judeus, do qual até as mulheres participaram. Alguns diziam: “Temos famílias grandes. Se não tivermos comida, vamos morrer!” (Ne 5.1-2). Havia uma desigualdade econômica inquietante, pois uns tinham demais e outros de menos. Neemias então é procurado para ser informado sobre a agonia e decepção com os que tinham poder. Quais eram as queixas:

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

Fonte: http://www.ebd316.com.br/2018/10/enfrentando-os-problemas-economicos-e.html Acesso em 01 nov. 2018

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.