Jardim, Maternal e Berçario

Lição 12 - Maternal - Quando eu oro, o Papai do céu me dá forças

CPAD

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

SEGUNDO TRIMESTRE DE 2017

Maternal - Vamos orar?

COMENTÁRIO: PROF.ª TELMA BUENO

LIÇÃO Nº 12 – QUANDO EU ORO, O PAPAI DO CÉU ME DÁ FORÇAS

Objetivo da lição:

Que o aluno compreenda que em Deus está a força para não cair em tentação.

Para guardar no coração: “Sejam fortes” (Sl 31.24).

Perfil da criança

“Se o alicerce da vida é construído até aos cinco anos, as crianças do maternal estão na primeira fase do alicerce. Quão grande é a responsabilidade do professor! Frequentemente ouvimos alguém dizer de uma criança desta faixa etária: ‘É pequenininha, não entende nada’. Mas o fato é que elas podem captar as grandes verdades divinas, e há nelas uma busca verdadeira de Deus. Aliás, são elas que oferecem a Deus o louvor perfeito. A sua compreensão não deve ser subestimada, mas explorada do modo certo. A repetição e a imitação constituem-se fatores preponderantes em seu aprendizado” (Marta Doreto).

Subsídio Professor

“Uma pergunta frequentemente levantada é se a criança, ainda na primeira infância, é ou não pecadora; se vai ou não para o céu, caso morra sem receber a Cristo como Salvador. Sabemos que todos nascem com uma natureza pecaminosa, mas até chegar a discernir entre o bem e o mal, consideramos que a criança está na fase da inocência, e fora de condenação. Até onde vai a idade da inocência, não podemos precisar; depende do desenvolvimento mental e psicológico de cada criança. Umas começam a compreender a diferença entre o certo e o errado mais cedo; outras, mais tarde.

Como não sabemos precisar o momento certo em que um pequenino passa a discernir entre o bem e o mal, o nosso dever é levá-lo ao Salvador o mais cedo possível, pois não é da vontade do Pai que se perca um só destes pequeninos (Mt 18.14). Repita sempre aos seus alunos que Deus não gosta do pecado, mas ama-os muito, e deu o seu Filho Jesus para salvá-los. Não tenha receio de falar da morte e ressurreição de Cristo, como se fosse algo traumático aos pequeninos. O caminho para o céu, providenciado por Deus, em seu infinito amor por nós, jamais trará traumas; ao contrário, concederá vida e paz. Não force nem apresse a decisão infantil de aceitar a Cristo, mas, ao perceber que a criança está pronta a decidir-se pelo Senhor, convide-a a recebê-lo em seu coração, e faça com ela uma oração simples de aceitação.

A criança nasce com o instinto da busca de Deus, e interessa-se por tudo o que diz respeito a Ele. É capaz de ter um contato pessoal com o Senhor, e oferecer-lhe a adoração verdadeira. Como professor, você tem a oportunidade gloriosa de ajudar estes pequenos adoradores a intensificar a sua comunhão com o Papai do Céu, por meio de orações de agradecimento ou petições, dos cânticos, dos versículos e das histórias bíblicas” (Marta Doreto).

Oficina de ideias 2

Exponha os visuais no quadro ou na parede. Peça que um aluno(a) aponte nos visuais a figura que mostra Jesus orando. Faça perguntas às crianças acerca da lição, como por exemplo: “Jesus gostava de orar?” “Os amigos de Jesus conseguiram ficar acordados enquanto oravam?” “Enquanto Jesus orava quem chegou?”

Deus abençoe a sua aula e os seus alunos!

Fonte:http://licoesbiblicas.com.br/index.php/2014-11-13-19-35-17/subsidios/maternal/736-licao-26.html Acesso em 14 jun. 2017

Nossos Canais

  • Portal Escola Dominical
  • Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
    

Quem está online?

Temos 48 visitantes e Nenhum membro online

Copyright © 2003 - 2017 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.