Adultos

Lição 6 - A doutrina do culto levítico III

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SETOR 31 (ERMELINO MATARAZZO, SÃO PAULO/sp)

 

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

TERCEIRO TRIMESTRE DE 2018

Adultos - Adoração, santidade e serviço: os princípios de Deus para a Sua Igreja em Levítico

COMENTARISTA: CLAUDIONOR CORREA DE ANDRADE

COMENTÁRIO: EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

LIÇÃO Nº 6 – A DOUTRINA DO CULTO LEVÍTICO

Texto: Levítico 9.1-14

Introdução: Tudo quanto existe pertence ao Senhor e ao Senhor deve ser consagrado, principalmente o nosso ser

I – A TERRA É DO SENHOR

1. Deus é o criador dos Céus e da Terra

1.1. Deus é o criador (Gn 1.1)

1.2. O ensino através dos sacrifícios ao Senhor

. Nenhum ídolo deve ser honrado (Lv 19.4; Is 42.8)

2. Deus é o libertador de Israel

2.1. Em Levítico é confirmado que Deus é o libertador de seu povo

. A Igreja, também, deve abençoar a obra (2Co 9.7)

3. Israel é o templo de Deus

3.1. O ensino de Levítico era para conscientizar Israel de sua vocação divina (Lv 20.26)

3.2. Todo Israel era, e no futuro será, um templo de adoração ao Senhor (Lv 10.3)

. A glória do Senhor vinha sobre eles (Lv 9.23)

II – OS ANIMAIS E OS VEGETAIS SÃO DO SENHOR

1. No Egito, os animais eram deuses

1.1. Não faziam distinção entre criador e criação

1.3. Adoravam o boi, o crocodilo, o falcão, etc. (Rm 1.25

1.4. Quando Deus pune o Egito com as dez pragas, estava mostrando quão inúteis eram aqueles deuses.

2. Os animais e a adoração a Deus

2.1. Ao contrário dos egípcios, os israelitas não se davam ao culto dos animais.

. Eles entregar os animais em sacrifício ao Senhor (Lv 1.2)

. Eles faziam distinção entre animais puros e impuros (Lv 11)

. Eles sabiam que os animais nãos são deuses e, sim, criaturas (Sl 104.14)

3. Os vegetais e a adoração a Deus

3.1. Algumas nações antigas idolatravam a natureza (1Rs 14.23)

3.2. Em Israel, os frutos da terra serviam para louvar e enaltecer a Deus (Lv 23.10)

III – O SER HUMANO É DO SENHOR

1. O ser humano é a imagem de Deus

1.1. O ser humano é a imagem de Deus (Gn 1.26)

1.2. O jovem israelita era intimado a cuidar do seu corpo (Lv 20.7)

. Sem marcas ou tatuagem (Lv 19.28)

1.3. O ser humano deve agradar a Deus em sua maneira de ser, existir e pensar

2. A vida humana é sagrada

2.1. Um israelita não podia consagrar sua descendência aos ídolos (Lv 18.21)

. Ao Senhor Deus deve ser consagrada

3. O ser humano é servo adorador

3.1. Israel devia dedicar-se totalmente ao Senhor (Lv 1.2; 23.2)

. No serviço

. Nos sacrifícios

. Nas celebrações

. Na adoração

4. O sacrifício pacífico

4.1. O objetivo do sacrifício pacífico estava na gratidão (Lv 7.11-17)

4.2. O cristão oferece sacrifícios de louvor (Hb 13.15)

Conclusão: A essência da teologia do Levítico continua válida ainda hoje. O Deus que exortou Israel à santidade requer, de igual modo, a nossa santificação (Lv 19.2; 1Ts 4.3)

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.