Adultos

Lição 2 - A beleza e a glória do culto levítico II

ASSEMBLEIA DE DEUS - MONTE TABOR/IMPERATRIZ-MA

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

TERCEIRO TRIMESTRE DE 2018

Adultos - Adoração, santidade e serviço: os princípios de Deus para a Sua Igreja em Levítico

COMENTARISTA: CLAUDIONOR CORREA DE ANDRADE

COMPLEMENTOS, ILUSTRAÇÕES E VÍDEOS: PR. LUIZ HENRIQUE DE ALMEIDA SILVA

LIÇÃO Nº 2 – A BELEZA E A GLÓRIA DO CULTO LEVÍTICO

...

CULTO

Dicionário teológico

[Do lat. cultus, veneração] Tributação voluntária de louvores e honra ao Criador. A liturgia, em si, não constitui-se em culto; é necessário venha ela acompanhada de verdadeira predisposição espiritual. A liturgia é o símbolo; a piedade, a essência. A liturgia é a roupagem; o amor a DEUS, a verdadeira substância do culto.

Eis o texto-áureo do culto: “DEUS é ESPÍRITO; importa que os que o adorem, façam-no em espírito e verdade” (Jo 4.24). O objetivo primário do culto é a adoração a DEUS; o secundário, o enlevo espiritual do adorador.

CULTO

Dicionario Português

1. Que se cultivou. 2. Que tem cultura; instruído. S. m. 1. Forma pela qual se presta homenagem à divindade; liturgia. 2. Cerimônia de culto (protestante). 3. Veneração.

CULTO

Dicionário Bíblico Wycliffe

Cultos são sistemas particulares de adoração religiosa com referências especiais a rituais e cerimônias. O culto é o ponto central de uma religião e eventualmente assume formas e símbolos que revelam mais claramente o caráter distinto da religião. Como foco da vida religiosa, o culto se torna o ponto onde o senso do sagrado é mais concentrado, e assim serve como um indicador da qualidade mais interior da religião.

O tema seita descreve grupos religiosos menores, de crenças consideradas não ortodoxas ou artificiais, e neste sentido foi aplicado ao cristianismo primitivo pelas autoridades da religião do estado romano.

A religião de Israel estava em constante conflito, mas finalmente triunfou sobre as seitas e cultos de seus vizinhos, como por exemplo a adoração a Baal e Aserá com seus muitos profetas e sacerdotes (1 Rs 18.19). Estas seitas tinham uma natureza extremamente degradada. Seus templos e cultos envolviam a prostituição e os sacrifícios de crianças, e tudo era feito de forma assustadoramente clara de acordo com as tábuas cananéias encontradas em Ras Shamra (q.v.) e em sepulturas fenícias nas proximidades de Cartago.

A igreja cristã primitiva sem dúvida herdou várias formas e costumes de adoração provenientes das sinagogas judaicas; mas duvida-se de que tenha havido algum tipo de adoração pagã, como por exemplo nas religiões de mistério, e é notório que estas sequer exerceram qualquer influência considerável na adoração cristã primitiva. Pesquisas conclusivas mostraram que semelhanças externas e superficiais não provam necessariamente uma relação ou uma dependência. Em alguns exemplos particulares, o que parece mais provável é uma similaridade de terminologias, onde o cristianismo lhes dá um novo teor e significado. T. M. B

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

Fonte: http://www.apazdosenhor.org.br/profhenrique/licao2-ass-3tr18-%20A%20Beleza%20e%20a%20Glória%20do%20Culto%20Levítico.htm Acesso em 03 jul. 2018

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - PR. LUIZ HENRIQUE DE ALMEIDA SILVA

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.