Adultos

Lição 6 - Perseverança e fé em tempo de apostasia III

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SETOR 31 - ERMELINO MATARAZZO/SÃO PAULO-SP

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2018

Adultos - A supremacia de Cristo: Fé, esperança e ânimo na Carta aos Hebreus

COMENTARISTA: JOSÉ GONÇALVES

COMENTÁRIO: EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

LIÇÃO Nº 6 – PERSEVERANÇA E FÉ EM TEMPO DE APOSTASIA

Texto: Hebreus 6.1-15

Introdução: Contra o perigo da apostasia, a Palavra de Deus revela a necessidade de ânimo e perseverança.

I – A NECESSIDADE DO CRESCIMENTO ESPIRITUAL

1. Indo além dos rudimentos doutrinários sobre arrependimento e fé

1.1. As doutrinas do arrependimento e fé são o ‘ABC’ doutrinário da fé cristã

. Infelizmente há cristãos que não saem disso.

1.2. Sobre o arrependimento

. A vida cristã começa com o arrependimento e fé (Mc 1.15)

. Uma pessoa para ser salva deve crer (Mc 16.16; At 16.31; Rm 1.16; Ef 2.8; 1Tm 1.16)

. Porém, não deve parar por aí, pois, é longa a jornada (Mc 13.13)

2. Indo além dos rudimentos doutrinários sobre batismos e imposição de mãos

2.1. Outros rudimentos são: 1) Batismos e 2) Imposição de mãos (Hb 6.2)

. É o batismo em contraste com outros batismos praticados no judaísmo

2.2. O batismo em água é feito em razão do ‘arrependimento para remissão de pecados’ (Mc 1.4; At 10.47,48; 22.16)

. O batismo não tem poder salvífico

. O batismo é um testemunho público de fé em Cristo

2.3. A doutrina da imposição das mãos era sempre demonstrada como um símbolo exterior da prática da oração (At 6.6; 13.3; 1Tm 4.14)

3. Indo além dos rudimentos doutrinários sobre ressurreição e juízo

3.1. A pregação apostólica se fundamentava na ressurreição de Jesus (At 4.33; 17.18)

3.2. As doutrinas acerca do futuro são fontes de esperança para os cristãos (Hb 10.36,37; 12.28,29)

. O cristão deve manter suas expectativas no futuro

II – A NECESSIDADE DA VIGILÂNCIA ESPIRITUAL

1. Apostasia, uma possibilidade para quem foi iluminado e regenerado

1.1. ‘Impossível’ (Hb 6.4) (Gr. Adynato)

. É a mais forte advertência sobre o perigo de decair da graça

. Adynato enfatiza o que vem colocado depois da conversão (Hb 6.4)

. O autor fala de pessoas crentes

. Hebreus 10.32 ele usa a palavra ‘iluminados’ se referindo á conversão

. ‘Uma vez’ e ‘outra vez’ (Hb 6.4,6) mostram o antes e o depois da conversão

1.2. A apostasia é algo factível, um perigo real para quem nasceu de novo (Gl 3.1)

2. Apostasia, uma possibilidade para quem vivenciou a Palavra e o Espírito

2.1. Os que vivenciam a fé, correm o perigo da apostasia (Hb 6.4,5)

. ‘Provaram a boa palavra de Deus’ (At 8.14; 1Ts 2.13)

2.2. ‘Se tornaram participantes’ Hb 6.4,5

. Da vocação celestial (Hb 3.1)

. De Cristo (Hb 3.14)

. Do Espírito Santo (Hb 6.4)

. Os nascidos de novo participarm do Espírito Santo (Jo 14.17)

3. Apostasia, uma possibilidade para quem viveu as expectativas do Reino

3.1. Os crentes haviam experimentado ‘as virtudes do século vindouro’ (Hb 6.5)

. Se refere a era messiânica

. Ao receber a Cristo, os crentes já estavam participando das bênçãos do Reino de Deus

3.2. Vigilância é requerida para os salvos que ingressam no Reino de Deus. (1Co 16.13)

III – A NECESSIDADE DE CONFIAR NAS PROMESSAS DE DEUS

1. O serviço cristão e a justiça de Deus

1.1. O crente é exortado a não brincar com a fé

1.2. Agora, o autor, tenta consolar os crentes depois da exortação (Hb 6.9,10)

. Deus, em sua justiça, os recompensará.

. Mesmo não tendo a recompensa dos homens, Deus nos recompensará.

2. A perseverança de Abraão e a fidelidade de Deus

2.1. Abraão é o modelo de crente perseverante (Hb 6.12,13)

2.2. As promessas de Deus nos motiva a caminhar (Hb 6.14,15)

3. Cristo, sacerdote e precursor do crente

3.1. Jesus é o nosso exemplo maior de perseverança (Hb 12.2)

. Ele é o nosso precursor (Hb 6.20)

. O termo “precursor” era usado na cultura antiga em referência a um batedor militar, a alguém que tomava a dianteira para abrir caminho.

. Jesus entrou na presença de Deus para nos dar a vida eterna (Jo 14.2,3)

Conclusão: O capítulo 6 de Hebreus contém uma das mais fortes exortações encontradas em todo o Novo Testamento — a necessidade de perseverança e vigilância para não se decair da fé.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. MARCOS JACOB DE MEDEIROS

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.