Adultos

Lição 7 - Jesus, sumo sacerdote de uma ordem superior I

ASSEMBLEIA DE DEUS - MINISTÉRIO DO BELÉM - SEDE - SÃO PAULO/SP

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2018

Adultos - A supremacia de Cristo: Fé, esperança e ânimo na Carta aos Hebreus

COMENTARISTA: JOSÉ GONÇALVES

COMENTÁRIO: EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

LIÇÃO Nº 7 – JESUS, SUMO SACERDOTE DE UMA ORDEM SUPERIOR

ESBOÇO Nº 7

O sacerdócio de Jesus é superior.

INTRODUÇÃO

- Na sequência do estudo da Carta aos Hebreus, analisaremos o capítulo 7 da epístola.

- O sacerdócio de Jesus é superior.

I – A FIGURA TÍPICA DO SACERDÓCIO DE MELQUISEDEQUE

- Na sequência do estudo da Carta aos Hebreus, analisaremos o capítulo 7 da epístola.

- Depois de ter advertido os crentes judeus do perigo que representa a apostasia da fé, o autor aos hebreus retoma o argumento a respeito da superioridade do sacerdócio de Cristo em relação ao sacerdócio levítico, a fim de explicar porque Jesus é chamado de “sumo sacerdote segundo a ordem de Melquisedeque”, como se encontra no Sl.110:4.

OBS: “…No capítulo 5, o apóstolo provou que Cristo era sacerdote; No capítulo 6, passou por outros tópicos para preparar os espíritos dos ouvintes; aqui ele volta a tomar o fio do que ele estava dizendo; pois ele tenta provar que o sacerdócio de Cristo, em comparação com o levítico, é muito superior; da seguinte forma: primeiro, a excelência desse sacerdócio, comparando-o com o do Antigo Testamento; segundo, que os fiéis devem se submeter com toda a reverência ao sacerdote Cristo. Quanto ao primeiro, demonstra a prerrogativa do sacerdócio de Cristo sobre o levítico em nome da pessoa do mesmo sacerdote; em segundo lugar, da parte do ministério. Subdivide o primeiro ponto demonstrando a existência do sacerdócio de Cristo pela promessa divina e a necessidade desse sacerdócio. A promessa está contida no Salmo 110: "O Senhor irá e não se arrependerá: você é sacerdote para sempre"; a partir do qual ele argumenta três coisas para provar sua intenção: 1) a frase "de acordo com a ordem de Melquisedeque"; 2) o que diz “juro”; 3) "Você é um sacerdote". Quanto a isso, mostra a semelhança de Cristo com Melquisedeque, e dessa semelhança conclui que o sacerdócio de Cristo é superior ao de Levi; descreve as condições de Melquisedeque e mostra que elas tipificam Cristo. Descreve-o também pelo nome, chamando-o de Melquisedeque, que é o que como a Escritura o chama (Gn.14), de onde vem a história que o apóstolo supõe aqui.…” (AQUINO, Tomás de. Comentário da Epístola aos Hebreus. Trad. J.L.M. n. 24. Cit. Hb.7:1-28. Disponível em: http://www.clerus.org/bibliaclerusonline/pt/index.htm Acesso em 27 nov. 2017) (tradução Google adaptada por nós de texto em espanhol).

- Cumpre observar, de pronto, que o autor aos hebreus se utiliza de uma expressão do Antigo Testamento, das chamadas Escrituras hebraicas, precisamente para mostrar que não estava a “inovar”, mas, sim, a fazer uma interpretação de um texto, a fim de demonstrar com clareza àqueles crentes hebreus a superioridade do sacerdócio de Cristo em relação ao sacerdócio levítico e a insensatez que seria retornar às práticas do judaísmo.

Para continuar lendo este artigo baixe o anexo no link abaixo.

COLABORAÇÃO PARA O PORTAL ESCOLA DOMINICAL - EV. CARAMURU AFONSO FRANCISCO

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.