Adolescentes

Lição 7 - Na separação entre os pais, como agir? II

ASSEMBLEIA DE DEUS - TEMPLO CENTRAL - NATAL/RN

PORTAL ESCOLA DOMINICAL

SEGUNDO TRIMESTRE DE 2018

Adolescentes: a família cristã

COMENTARISTA: JÔNATAS PACHECO

COMENTÁRIO: PROF.ª SULAMITA MACEDO

LIÇÃO Nº 7 – NA SEPARAÇÃO ENTRE OS PAIS, COMO AGIR?

Professoras e professores, observem estas orientações:

1 - Antes de abordar o tema da aula, é interessante que vocês mantenham uma conversa informal e rápida com os alunos:

- Cumprimentem os alunos.

- Dirijam-se aos alunos, chamando-os pelo nome, para tanto é importante uma lista nominal para que vocês possam memorizar.

- Perguntem como passaram a semana.

- Verifiquem se há alunos novatos e/ou visitantes e apresentem cada um.

2 - Este momento não é uma mera formalidade, mas uma necessidade. Ao escutá-los, vocês estão criando vínculo com os alunos, eles entendem que vocês também se importam com eles.

Outro fator importante para estabelecer vínculos com os alunos é através das redes sociais, adicionem os alunos e mantenham comunicação com eles.

3 - Após a chamada, solicitem ao secretário da classe a relação dos alunos ausentes e procurem manter contato com eles durante a semana, através de telefone ou email ou pelas redes sociais, deixando uma mensagem “in box” dizendo que sentiu falta dele(a) na EBD).

Os alunos se sentirão queridos, cuidados, perceberão que vocês sentem falta deles. Dessa forma, vocês estarão estabelecendo vínculos afetivos com seus alunos.

4 – Escolham um momento da aula, para mencionar os nomes dos alunos aniversariantes, parabenizando-os, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo.

5 – Fazendo o que foi exposto acima, somando-se a um professor motivado, associando a uma boa preparação de aula, com participação dos alunos, vocês terão bons resultados! Experimentem!

- Para introduzir o estudo, apliquem a dinâmica “Cabo de Guerra”.

Tenham uma excelente e produtiva aula!

Dinâmica: Cabo de Guerra

Objetivo: Refletir sobre a situação dos filhos divididos entre atenção e orientação dos pais separados.

Material:

01 corda

Procedimento:

- Falem para os alunos sobre uma brincadeira por nome “cabo de guerra”, que consiste em duas equipes segurar uma corda, cada uma numa extremidade oposta, vencendo aquela que puxar a outra até que ultrapasse a marca traçada no chão, equivalendo a metade da corda.

- Depois, façam uma simulação dessa brincadeira, com algumas modificações:

. Escolham dois alunos para puxar a corda, um de cada lado.

. Coloquem de um lado da corda a palavra “PAI” e do outro lado “MÃE”.

. No meio da corda, coloquem a palavra “VOCÊ”.

- Marquem a metade da corda, com um traço no chão ou utilizem um objeto para esta demarcação.

- Solicitem aos dois alunos para iniciar o jogo e solicitem que os demais observem.

- Depois, perguntem o que estamos vendo? O que isto pode exemplificar?

Aguardem as respostas. Fiquem atentos as falas dos alunos, pois nesse momento, alguns podem se identificar com esta situação.

- Falem apontando para o cabo de guerra: Alguns alunos podem estar passando por uma situação semelhante a um cabo de guerra, pois possuem pais separados. O pai puxa para um lado, a mãe para o outro. E você, no meio dessa guerra. O que fazer?

- Depois, trabalhem com os alunos os pontos levantados na lição, enfatizando que embora os pais estejam separados, precisam apoiar, orientar, amar os filhos.

Ideia original da brincadeira Cabo de guerra: desconhecida

Dinâmica elaborada por Sulamita Macedo.

Fonte: http://atitudedeaprendiz.blogspot.com.br/2018/05/adolescentes-curriculo-do-ano-2-familia.html Acesso em 07 maio 2018

Copyright © 2003 - 2018 Portal Escola Dominical todos os direitos reservados.